Itaú Unibanco contribuirá com R$ 400 bilhões até 2025 para financiar a economia verde

LinkedIn

O Itaú Unibanco anunciou o compromisso de contribuir com R$ 400 bilhões até 2025 em operações de crédito e de mercado para financiar a economia verde. O banco também pretende tornar mais transparente seu portfólio de investimentos e ativos no segundo semestre, em sintonia com as tendências internacionais.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:ITUB3) (BOV:ITUB4) nesta quarta-feira (16).

O volume é relevante, já que a instituição fechou março com um saldo de R$ 906,4 bilhões em sua carteira expandida de crédito. Os recursos em iniciativas ESG – que possuem um filtro de investimentos com critérios ambientais, sociais e de governança -, se darão em três frentes.

A primeira é a concessão de créditos em setores de impacto positivo. A segunda será a estruturação de operações com clientes (ESG bonds e debêntures verdes) e, por fim, produtos para o varejo. Aqui, as iniciativas procurarão estimular o financiamento de carros elétricos e híbridos, painéis solares e microcrédito, informa o Valor.

Itaú Unibanco (ITUB4): lucro recorrente de R$ 6,4 bilhões no 1T21, alta de 63,5%

lucro líquido recorrente do Itaú Unibanco, que desconsidera itens com impacto pontual sobre o resultado, aumentou 63,5% no primeiro trimestre, para R$ 6,398 bilhões.

A companhia atribuiu o crescimento ao aumento da carteira de crédito, aumento na margem financeira com o mercado e pela redução no custo do crédito, à volatilidade no cenário macroeconômico do primeiro trimestre de 2020 e à redução de 0,8% das despesas não decorrentes de juros no Brasil.

O lucro contábil do Itaú ficou em R$ 5,414 bilhões entre janeiro e março, com alta de 59,2% ante igual intervalo de 2020 e queda de 29,7% na margem.

O banco contabilizou margem gerencial financeira de R$ 18,634 bilhões no primeiro trimestre, com alta de 6% ante o trimestre anterior e de 4,7% em relação ao primeiro trimestre de 2020.

carteira de crédito do Itaú Unibanco considerando apenas o Brasil aumentou 12,8%, para R$ 668,6 bilhões. Levando em consideração os outros países em que o banco atua – principalmente na América Latina -, houve alta de 15,0%, para R$ 906,4 bilhões.

Informações BDM

Deixe um comentário