Kepler Weber: comunica que encerrou prazo final para exercício dos bônus de subscrição emitidos pela companhia

LinkedIn

A Kepler Weber comunica que encerrou-se em 15 de junho de 2021 o prazo final para exercício dos bônus de subscrição emitidos pela Companhia em 09 de outubro de 2014, admitidos à negociação na B3 sob o ticker “KEPL11”.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:KEPL3), nesta quarta-feira (16). Confira o documento na íntegra.

Dos 179.888 bônus de subscrição remanescentes, dos 180.000 inicialmente emitidos pela Companhia, conforme comunicado ao mercado divulgado em 28 de maio de 2015, 175.608 foram exercidos até a presente data.

Este número representará um aporte de R$ 141.165.664,21  no capital social da companhia, mediante a emissão de 4.038.984  novas ações ordinárias pela companhia.

A formalização do aporte ocorrerá por meio de reunião do Conselho de Administração a ser realizada em 23 de junho de 2021 que, dentre outras matérias, irá deliberar sobre a aprovação do aumento de capital decorrente do exercício dos Bônus de Subscrição.

As ações ordinárias de emissão da Companhia resultantes do exercício dos direitos conferidos pelos Bônus de Subscrição terão as mesmas características e condições e gozarão dos mesmos direitos e vantagens estatutariamente atribuídos atualmente e no futuro às ações ordinárias de emissão da Companhia hoje existentes e participarão integralmente da distribuição dos resultados, cuja deliberação ocorra a partir da data da solicitação de exercício, inclusive dividendos e juros sobre capital próprio.

Lucro líquido de R$ 17,2 milhões, melhor resultado financeiro de sua história

A gaúcha Kepler Weber, líder no mercado brasileiro de silos agrícolas, no primeiro trimestre, registrou um lucro líquido de R$17,2 milhões, crescimento de 96,7% em relação ao mesmo período de 2020, graças ao bom desempenho do agronegócio no trimestre. Esse é melhor resultado financeiro de sua história.

“O primeiro trimestre foi uma continuidade do segundo semestre do ano passado, quando, apesar da covid-19, os preços das commodities se mantiveram firmes, a demanda internacional continuou alta e o câmbio foi favorável”, afirmou Piero Abbondi, CEO da Kepler Weber, em entrevista ao Valor.

Ebitda – juros, impostos, depreciação e amortização – foi de R$ 32,9 milhões, alta de 88,1%. A margem EBTIDA foi de 13,9%, em alta de 0,2 ponto percentual na comparação.

Deixe um comentário