Bitmain se separa da Antpool e foca em novas máquinas

LinkedIn

De acordo com comunicado publicado em sua página da rede social Weixin, a Bitmain em 26 de julho comunicou que em sua reunião semestral, decidiu pela troca de acionistas e se desfazer das suas operações com seu pool de mineração, a Antpool, o maior pool de mineração do mundo.

Na reunião, a administração da empresa apresentou os resultados operacionais recentes da Bitmain e as condições de negócios aos acionistas. Os acionistas reconheceram a estratégia de gestão da empresa em resposta às mudanças no ambiente externo, e também expressaram satisfação com o desempenho no primeiro semestre do ano. Após obter a aprovação dos acionistas no primeiro trimestre, todas as questões jurídicas foram concluídas em 1º de maio.

A Antpool realizará de forma independente pools de mineração e outros negócios no exterior após obter o apoio de novos acionistas. Com o desmembramento dos negócios, a Bitmain continuará a se concentrar em pesquisa e desenvolvimento (P&D) e vendas de chips de computação e servidores, contando com suas vantagens tecnológicas em design de chips, P&D de hardware e fabricação.

Desmembramento para encerrar briga entre sócios

O progresso de desmembramento da Antpool acontece meses depois de a Bitmain ter vendido o BTC.com para a BIT Mining. Em janeiro, o plano de venda da subsidiária foi revelado quando Jihan Wu, cofundador da Bitmain, deixou o cargo de presidente da empresa para pôr fim à antiga briga interna por poder com seu rival, o cofundador Micree Zhan.

Como resultado, a Bitmain irá desmembrar sua plataforma de mineração em nuvem BitDeer, seu conhecido pool de mineração BTC.com e suas fazendas estrangeiras de mineração de sua empresa de fabricação de máquinas com chips ASICs.

Wu ficará com BitDeer, BTC.com e as fazendas estrangeiras de mineração, segundo a publicação no Weixin. Zhan voltará a ser responsável pelos negócios de fabricação e inteligência artificial da Bitmain, além das fazendas nacionais de mineração.

Por Leandro França de Mello

Deixe um comentário