C&A: créditos tributários por exclusão do ICMS devem somar R$ 230 milhões

LinkedIn

A C&A Modas divulgou uma estimativa do valor dos créditos tributários decorrentes da exclusão do ICMS da base de cálculo do Pis e Cofins.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:CEAB3), nesta terça-feira (20). Confira o comunicado na íntegra.

“Os valores finais estão sendo apurados em conjunto de nossos auditores externos, mas melhores estimativas até esta data indicam que os créditos corrigidos representam aproximadamente R$ 230 milhões”, afirmou a companhia.

Os créditos referentes ao período entre 2015 e 2017 serão reconhecidos antes do trânsito em julgado da ação.

Os valores serão reconhecidos nas demonstrações financeiras do 2º trimestre de 2021, afirmou a empresa

A empresa pretende divulgar os resultados do 2T21 no dia 10 de agosto.

Prejuízo líquido pro forma de R$ 131 milhões em 2020

No ano de 2020, a C&A registrou prejuízo líquido pro forma foi de R$ 131,0 milhões com margem líquida pro forma negativa de 3,2%.

Em 2020, a receita líquida totalizou R$ 509,1 milhões, um aumento de 297% em relação ao ano anterior.

No ano de 2020, o EBITDA ajustado foi negativo em R$ 58,5 milhões com uma margem EBITDA ajustada pro forma negativa de 1,4%.

A C&A abriu 10 lojas no país em 2020, retomando o plano de expansão, e fechando o ano com 295 unidades em operação.

A C&A consumiu um caixa livre de R$ 47,4 milhões em 2020, um aumento em relação a 2019 de R$ 223,9 milhões, ainda fortemente impactado pelo 2T20 com o fechamento de todas as lojas.

O saldo de caixa no fechamento do ano de 2020 foi de R$ 1,5 bilhão, com geração de R$409,5 milhões no operacional e consumo de R$ 131,6 em investimentos e de R$ 90,4 em financiamento.

Deixe um comentário