Santander compra plataforma de locação de veículos Solution4Fleet e marketplace de oficinas e serviços automotivos Car10

LinkedIn

Santander Brasil anunciou a compra do controle da plataforma de negócios de locação e assinatura de veículos Solution4Fleet e do marketplace de oficinas e serviços automotivos Car10.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:SANB11) nesta quarta-feira (14).

As aquisições reforçam a estratégia do banco, que se apresenta como líder no financiamento de veículos no Brasil, com aproximadamente 25% deste mercado.

A Solution4Fleet oferece sistema de gestão de frota, manutenção assistida, assistência 24 horas e conserto, gestão de multas, serviços que podem ser ofertados a empresas que queiram abrir seus próprios negócios de aluguel de veículos.

“É um hub de serviços que pode ser oferecido para montadora de automóveis ou um dealer”, disse André Novaes, diretor da Santander Financiamentos.

A Car10 tem cerca de 8 mil oficinas e serviços automotivos, como funilaria, higienização, assistência emergencial.

Os proprietários de veículos podem obter indicações conforme a necessidade e também enviar fotos de seus carros para realizar cotações online, fazer agendamentos, buscar peças e acessórios e receber ofertas de serviços e descontos.

“Ao oferecer esses serviços à nossa base de mais de 12 milhões de usuários únicos, daremos um grande impulso ao crescimento do marketplace da Car10”, afirmou Eduardo Jurcevic, presidente da Webmotors, serviço de classificados de veículos detido pelo Santander Brasil.

Os executivos disseram esperar que as aprovações regulatórias para as aquisições saiam em cerca de dois meses.

Uma vez concluídas, o Santander assumirá 80% na Solution4Fleet e de 66,7% na Car10.

O valor das aquisições não foi revelado.

O banco também atua no setor com suas unidades Auto Compara e Santander Auto, no setor de seguros, e bancos de montadoras, como o Banco Hyundai Capital Brasil, o Banco RCI (Renault) e o Banco PSA (Peugeot Citroen).

“Agora, essas novas aquisições completam nosso ecossistema”, disse Jurcevic, ressalvando que o banco avalia fazer novas aquisições no setor.

O Santander pretende divulgar os resultados do 2T21 no dia 28 de julho.

Lucro líquido gerencial de R$ 4 bilhões, alta de 4,1%

Santander Brasil apresentou lucro líquido gerencial, que não considera ágio de aquisições, de R$ 4,012 bilhões no primeiro trimestre deste ano, 4,1% maior que no mesmo período de 2020.

carteira de crédito ampliada encerrou março com R$ 497,566 bilhões, 2,9% menor que no final do ano passado. Na comparação anual, a carteira se expandiu em 7,4%.

Os ativos totais detidos pela subsidiária brasileira do banco espanhol se retraíram em 2,2% se comparados a um ano antes, e encerraram o primeiro trimestre em R$ 978,15 bilhões.

patrimônio líquido, por sua vez, avançou 7,4% na mesma comparação, e alcançou R$ 77,763 bilhões, no período encerrado em março. A retorno sobre o patrimônio líquido médio (ROAE, na sigla em inglês), ficou em 20,9%.

Informações Reuters

Deixe um comentário