Ouro fecha em alta, em recuperação, à medida que investidores buscam por ativos de segurança diante do impasse em Washington

LinkedIn

O ouro encerrou a sessão desta quinta-feira em alta, se recuperando de quedas recentes, à medida que investidores buscam por ativos de segurança diante do impasse em Washington sobre a suspensão do teto da dívida fiscal dos Estados Unidos e de olho em um eventual colapso da incorporadora chinesa Evergrande.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para dezembro subiu 1,99% nesta quinta-feira, a US$ 1.757,00 por onça-troy.

Para o analista de mercados da Oanda, Edward Moya, o metal precioso seguiu ritmo de recuperação nesta quinta, após acumular sessões de baixas e altas próximas à estabilidade na última semana.

Segundo ele, o impulso à commodity vem também de investidores que buscam proteção em meio ao impasse em Washington, capital dos EUA, sobre a suspensão do teto da dívida fiscal do governo.

Uma proposta para suspender o teto até dezembro de 2022 foi aprovada na quarta pela Câmara dos Representantes, mas a pauta terá maior oposição do Senado americano, que nesta quinta votou medida para evitar o shutdown do governo, ou seja, a paralisação da máquina pública – sem, porém, ainda, resolver o impasse do teto.

Jeb Handwerger, editor da Gold Stock Trades, afirma que preocupações quanto à situação da Evergrande, gigante do setor imobiliário da China que vive grave crise de liquidez, também deram suporte à segurança do ouro. Nesta quinta, a Reuters informou que a companhia deixou de pagar juros de uma emissão de bonds realizada fora da China.

*Com informações de Dow Jones Newswires

Deixe um comentário