Truist Financial (TFC, B1BT34) reportou lucro líquido de US$ 1,62 bilhão ou US$ 1,20 por ação no 3º trimestre

LinkedIn

O lucro ajustado da Truist Financial (NYSE:TFC) no terceiro trimestre de 2021 de US$ 1,42 por ação superou facilmente a estimativa de consenso da Zacks de US$ 1,20.

Truist Financial também é negociada através do ticker (BOV:B1BT34).

Os resultados foram auxiliados pelo forte desempenho de seus negócios de seguros, negócios de gestão de fortunas, negócios de banco de investimento e taxas relacionadas a cartões e pagamentos. Isso apoiou o crescimento da receita de tarifas, que junto com os benefícios de provisão agiu como um vento favorável.

No entanto, as taxas de juros mais baixas e uma queda nos saldos dos empréstimos prejudicaram a receita líquida de juros (NII). Despesas operacionais mais altas representaram outro catalisador negativo.

Os resultados do trimestre reportado excluíram despesas de reestruturação e despesas relacionadas à fusão do BB & T-SunTrust Banks, despesas operacionais incrementais relacionadas à fusão e despesas ocasionais com honorários profissionais.

Depois de considerar isso, o lucro líquido disponível para acionistas ordinários (base GAAP) foi de US$ 1,62 bilhão ou US$ 1,20 por ação, ante US$ 1,07 bilhão ou 79 centavos por ação no trimestre do ano anterior.

A receita total foi de US$ 5,60 bilhões, um aumento marginal ano após ano. A receita superou a estimativa de consenso de Zacks de US$ 5,52 bilhões.

A margem de juros líquida diminuiu 29 pontos-base (bps) ano sobre ano para 2,81%.

A receita não proveniente de juros aumentou 7%, para US$ 2,37 bilhões. Excluindo os ganhos com títulos, as receitas de tarifas cresceram 12% ano a ano.

As despesas não decorrentes de juros foram de US$ 3,80 bilhões, um aumento de 1,1% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. As despesas ajustadas aumentaram 3,5%.

O índice de eficiência ajustado foi de 57,9%, ante 57,3% no terceiro trimestre de 2020. A elevação do índice de eficiência indica deterioração da lucratividade.

Em 30 de setembro de 2021, os depósitos médios totais eram de US$ 402,7 bilhões, um aumento de 1,6% em relação ao trimestre anterior. A média total de empréstimos e arrendamentos de US$ 290,3 bilhões diminuiu quase 1% sequencialmente.

Melhora a qualidade do crédito

Em 30 de setembro de 2021, o total de ativos inadimplentes (NPAs) era de US$ 1,2 bilhão, queda de 8,4% ano a ano.

A provisão para créditos de liquidação duvidosa foi de 1,65% do total de empréstimos e arrendamentos mercantis mantidos para investimento, o que diminuiu 26 bps. A provisão para perdas de crédito foi um benefício de US$ 324 milhões contra uma provisão de US$ 421 no mesmo trimestre do ano anterior. As liberações de reservas, devido à melhoria das perspectivas econômicas, levaram a benefícios de provisão.

As baixas líquidas foram de 0,19% da média de empréstimos e arrendamentos, uma queda de 23 bps em relação ao trimestre do ano anterior.

Rentabilidade e índices de capital robustos

Ao final do trimestre reportado, o retorno sobre os ativos médios foi de 1,28%, ante 0,91% no trimestre do ano anterior. O retorno sobre o patrimônio líquido médio foi de 10,2%, ante 6,9% no terceiro trimestre de 2020.

Em 30 de setembro de 2021, o índice de capital baseado em risco Tier 1 foi de 11,9% em comparação com os 12,2% registrados no mesmo trimestre do ano anterior. O índice de Common Equity Tier 1 era de 10,1% em 30 de setembro de 2021, ante 10,0% em 30 de setembro de 2020.

No trimestre em análise, a Truist Financial não recomprou nenhuma ação.

A empresa continua a esperar ser capaz de implantar US$ 4- US$ 5 bilhões de capital (na forma de recompra de ações ou aquisições) até o terceiro trimestre de 2022.

Os esforços da Truist Financial para capitalizar nos negócios de banco de investimento e seguros são um bom presságio. Concluiu a aquisição da plataforma de distribuição de seguros, Constellation Affiliated Partners. Além disso, com o objetivo de aumentar seu negócio de empréstimos para pontos de venda (POS), ela concordou em adquirir a Service Finance Company por US$ 2 bilhões. Esses esforços ajudarão ainda mais no crescimento da receita de taxas. No entanto, espera-se que o ambiente de taxas de juros baixas continue prejudicando o crescimento das margens. Despesas de montagem (como testemunhado no terceiro trimestre também) continuam sendo outra grande preocupação.

Fontes: Nasdaq, CNBC, FX empire, FX Street, Wall Street, Reuters

Deixe um comentário