Ecorodovias: contratos de concessão da Ecocataratas e da Ecovia Caminho do Mar são encerrados após 24 anos

LinkedIn

A Ecorodovias comunica que os Contratos de Concessão da e da Ecovia Caminho do Mar que foram celebrados com o Governo do Estado do Paraná, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR), foram encerrados, conforme previsto nos contratos, após 24 anos de administração pela Ecocataratas e pela Ecovia Caminho do Mar.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:ECOR3) nesta segunda-feira (29).

A Companhia, de acordo com a sua estratégia de expansão em ativos de concessões rodoviárias, acredita em novas oportunidades de crescimento concedidas pelos leilões de concessões rodoviárias Estaduais e Federais previstos para os próximos anos no Brasil e reforça o compromisso com o crescimento sustentável da infraestrutura do país.

Ecorodovias (ECOR3): lucro líquido de R$ 147,7 milhões no 3T21

A Ecorodovias apresentou lucro líquido de R$ 147,7 milhões, um aumento 100,7% em relação ao lucro de R$ 71,6 milhões no mesmo período de 2020. O resultado fez acelerar também o acumulado do ano, com a empresa tendo R$ 359,1 milhões de lucro líquido, 73,7% a mais do que os R$ 206,8 milhões dos primeiros 9 meses de 2020.

O lucro líquido atribuível aos acionistas controladores se deve principalmente ao aumento do Ebitda ajustado e à reversão de provisão das multas do Acordo de Não Persecução Cível, no terceiro trimestre, não homologado pelo Conselho Superior do Ministério Público.

Já a receita líquida avançou 19,2% no comparativo anual, para R$ 1,26 bilhão, enquanto a receita ajustada somou R$ 923 milhões, 19,7% acima do apurado entre julho e setembro do ano passado.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado totalizou R$ 636,4 milhões no terceiro trimestre, alta de 20,6% e a margem Ebtida ajustada, 69,0% devido ao início da cobrança de pedágio pela Ecovias do Cerrado3, crescimento do tráfego de veículos em função da flexibilização das medidas de isolamento social no combate à Covid-19 e avanço da vacinação, reajustes das tarifas de pedágio, crescimento das operações do Ecoporto e desempenho das holdings.

Deixe um comentário