Ações da Kimberly-Clark (KMB, KMBB34) em queda após relatório de 4º trimestre

LinkedIn

A Kimberly-Clark Corp (NYSE:KMB) reportou um crescimento de vendas no quarto trimestre do ano fiscal de 2021 de 3%  em relação ao ano anterior, para US$ 4,97 bilhões, superando o consenso dos analistas de US$ 4,90 bilhões.

As vendas orgânicas aumentaram 3%, com os preços líquidos de venda subindo 2% e o mix de produtos aumentando as vendas em 1%. Na América do Norte, as vendas orgânicas cresceram 2% na K-C Professional.

As vendas do segmento de cuidados pessoais aumentaram 12%, o segmento de lenços de papel caiu 10% e o KC Professional subiu 2%.

O lucro por ação (EPS) ajustado de US$ 1,30 superou o consenso dos analistas de US$ 1,25.

O lucro bruto caiu 14% ano a ano para US$ 1,44 bilhão.

As despesas de marketing, pesquisa e gerais diminuíram 9% ano a ano para US$ 911 milhões.

O lucro operacional caiu 30%, para US$ 521 milhões, com uma margem operacional de 10,5%.

O caixa fornecido pelas operações aumentou 19,7%, para US$ 1,06 bilhão. A empresa detinha US$ 270 milhões em caixa e equivalentes em 31 de dezembro de 2021.

O conselho da empresa aprovou um aumento de 1,8% no dividendo trimestral. O dividendo trimestral de US$ 1,16 por ação será pago em 4 de abril aos acionistas registrados em 4 de março.

Orientação: A Kimberly-Clark  espera que as vendas de 2022 aumentem de 1% a 2%. A empresa vê EPS de US$ 5,60 a US$ 6,00 no ano fiscal de 2022, contra o consenso de US$ 6,70.

“Embora esperemos que a inflação e a interrupção da cadeia de suprimentos persistam em 2022, estamos comprometidos em recuperar as margens para os níveis pré-pandemia ao longo do tempo e estamos otimistas com a melhora gradual no final do ano”, disse o presidente e CEO Mike Hsu.

Ações: as ações da KMB estão sendo negociadas em baixa de 5,5%, a US$ 132,00 na manhã de quarta-feira após a divulgação dos resultados.

A Kimberly-Clark também é negociada na B3 através do ticker (BOV:KMBB34).

As ações KMBB34 estão em queda de -6,4%, ou menos R$ 48,99 reais por ação, cotadas a um último preço de R$ 716,19 reais às 11h18 da manhã de quarta-feira.

Deixe um comentário