Elon Musk pede que SEC avalie números de usuários do Twitter

LinkedIn

No meio de seu acordo para adquirir o Twitter (NYSE:TWTR), Elon Musk pediu à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA que analise os números de usuários da rede social.

Musk, CEO da Tesla (TSLA, TSLA34) e da SpaceX, escreveu em uma pesquisa informal no Twitter na terça-feira: “O Twitter afirma que mais de 95% dos usuários ativos diários são humanos reais e únicos. Alguém tem essa experiência?” Ele então disse, em resposta a um seguidor, que sugeriu que a SEC iniciasse uma investigação: “Olá @SECGov , alguém em casa?”

A SEC está ciente das métricas obscuras do Twitter há anos.

Musk concordou em comprar o Twitter no mês passado por US$ 44 bilhões, mas desde então disse que o acordo está em pausa enquanto ele analisa bots, spam e falsificações. O Twitter disse que ainda espera que a transação seja concluída ao preço acordado de US$ 54,20 por ação.

Os investidores estão despejando as ações com a preocupação de que Musk vá abandonar seu acordo, o que o forçaria a pagar uma taxa de rompimento de US$ 1 bilhão. As ações do Twitter desistiram de todos os seus ganhos desde que Musk divulgou sua participação de 9% na empresa no início do mês passado.

As ações do Twitter subiram mais de 3% na terça-feira, para US$ 38,76, abaixo do preço de fechamento de US$ 39,31 em 1º de abril, o último pregão antes de Musk revelar sua participação minoritária.

O Twitter também é negociado na B3 através do ticker (BOV:TWTR34).

Em seu arquivamento financeiro do primeiro trimestre deste ano, o Twitter reconheceu que há várias “contas falsas ou de spam” em sua plataforma, além de uso ou usuários ativos diários monetizáveis ​​​​legítimos (mDAUs). A empresa disse que estimou que a média de contas falsas ou de spam representou menos de 5% dos mDAUs durante esse período.

O Twitter também admitiu ter exagerado o número de usuários em 1,4 milhão a 1,9 milhão de usuários nos últimos três anos.

“Em março de 2019, lançamos um recurso que permitia às pessoas vincular várias contas separadas para alternar convenientemente entre contas”, divulgou o Twitter. “Foi cometido um erro naquele momento, de modo que as ações realizadas por meio da conta principal resultaram na contagem de todas as contas vinculadas como mDAU.”

Musk expressou repetidamente seu desdém pela SEC, inclusive no Twitter em outubro de 2018, quando chamou a agência de “comissão de enriquecimento de vendedores a descoberto” e em  julho de 2020 , quando escreveu: “SEC, sigla de três letras, palavra do meio é de Elon.”

A SEC acusou Musk anteriormente de fraude de valores mobiliários em 2018, depois que ele twittou que estava pensando em fechar o capital de sua empresa de automóveis por US$ 420 por ação e tinha “financiamento garantido”. Eles chegaram a um acordo para resolver o assunto. Mas Musk disse que as investigações em andamento do regulador financeiro equivalem a assédio.

Com informações de CNBC

Deixe um comentário