Totvs (TOTS3): lucro líquido consolidado de R$ 85 milhões no 1T22, alta de 5,4%

LinkedIn

A TOTVS, maior empresa de tecnologia do Brasil, reportou lucro líquido consolidado de R$ 85 milhões no 1º trimestre de 2022, o que representa uma alta de 5,4% na comparação com os R$ 80,6 milhões alcançados no 1T21.

O lucro líquido ajustado dos controladores avançou 19,7%, para R$ 98,1 milhões, ante R$ 81,9 milhões de um ano atrás. Sem ajustes, o lucro líquido dos controladores caiu 1,5%, de R$ 80,6 milhões para R$ 79,5 milhões este trimestre. O lucro líquido, sem os ajustes das despesas, com amortização de intangíveis oriundos das aquisições, subiu 20,6%, para R$ 116,6 milhões no trimestre, contra R$ 96,7 milhões do 1T21.

O resultado do lucro líquido (sem ajustes) se deve pela redução de 91% do Resultado Financeiro negativo como consequência da posição de Caixa Líquido, explica a Totvs.

A receita líquida cresceu 36,2% entre janeiro e março, atingindo R$ 981,1 milhões. A alta do indicador foi impulsionada em valores pela receita de gestão, mas a Totvs viu o faturamento de todos os segmentos crescerem no trimestre.

O resultado veio em decorrência do crescimento de 25% ano contra ano da chamada Receita Líquida de Gestão, impulsionado pelo crescimento orgânico de 26% da Receita Recorrente e pelo desempenho histórico do Modelo Corporativo, explica a empresa.

Além disso, a consolidação da RD Station a partir de junho de 2021 na dimensão de Business Performance, que em mesma base comparativa (incluindo a RD no 1T21) resulta no crescimento orgânico ano contra ano de 33% da dimensão.

“Vale destacar que, adicionalmente ao importante resultado da Receita de Licenças de Gestão no trimestre, as novas locomotivas continuam impulsionando o crescimento da companhia, representando 33% da Receita Líquida do trimestre e 48% do seu crescimento ano contra ano”. diz a empresa.

Ebtida – lucro antes do juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado, por sua vez, encerrou março em R$ 223 milhões, com margem Ebitda em 23,6%, 110 pontos base menor que a do trimestre imediatamente anterior e 330 pb abaixo dos três primeiros meses de 2021.

“Esta redução da Margem Ebitda, em particular na comparação com o 1T21, é explicada principalmente pelo efeito na Margem de Contribuição de Gestão do comportamento dos efeitos inflacionários entre receita e despesas”, explica a Totvs.

A dívida bruta ajustada encerrou o trimestre em R$ 1,8 bilhão, reduzindo 2,4% em comparação ao trimestre anterior. Na comparação ano contra ano, o crescimento de 397% foi resultado da emissão de debêntures e follow-on realizados ao longo de 2021, segundo o release de resultados.

⇒ Segmentos

A empresa destaca o avanço de 25% ano contra ano da receita líquida do segmento de gestão, impulsionado pelo crescimento orgânico de 26% da Receita Recorrente e pelo desempenho histórico do Modelo Corporativo. Cita ainda a consolidação da RD Station a partir de junho de 2021 na dimensão de Business Performance, que em mesma base comparativa (incluindo a RD no 1T21) resulta no crescimento orgânico ano contra ano de 33%.

Já a receita líquida de Techfin líquida de Funding, cresceu 11% na mesma base comparativa. “Vale destacar que, adicionalmente ao importante resultado da receita de licenças de Gestão no trimestre, as novas locomotivas continuam impulsionando o crescimento da companhia (SaaS Gestão somada a Business Performance e Techfin), representando 33% da receita líquida do trimestre e 48% do seu crescimento ano contra ano.

Os resultados da TOTVS (BOV:TOTS3) referentes às suas operações do primeiro trimestre de 2022 foram divulgados no dia 04/05/2022. Confira o Press release completo!

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

Deixe um comentário