Bom dia ADVFN - Preocupações com recessão global, Fórum do BCE, dados de inflação no Brasil e mais

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor!  29 de junho de 2022, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

📣  Confira as principais manchetes dos jornais de hoje 📰

Bolsas mundiais:  Os futuros americanos operam estáveis, bolsas da Europa operam em baixa e as ações asiáticas encerraram em baixa. As preocupações são renovadas com recessão global, à medida que as políticas monetárias cada vez mais apertadas se mostram necessárias em grande parte do mundo para combater a alta inflação.

Na Ásia, as ações encerraram em baixa, após as perdas ocorridas ontem em Wall Street, que chegou a quase 3% com as incertezas sobre inflação, altas de juros e possibilidade de recessão no país. Em Tóquio, o Nikkei encerrou o dia em queda de -0,91% e, em Hong Kong, o Hang Seng perdeu -1,88%. Em Seul, o Kospi recuou -1,82% e, em Taiwan, o Taiex caiu -1,29%. Na China Continental, o Xangai teve baixa de -1,40% e o índice da bolsa de Shenzhen teve queda ainda maior, de -2,20% mesmo com o alívio nas restrições para conter o avanço da covid no país.

Na Europa, as Bolsas operam em baixa. A inflação espanhola subiu inesperadamente para um novo recorde , frustrando as esperanças de que a inflação na quarta maior economia da zona do euro tenha atingido o pico e encorajando os formuladores de políticas do Banco Central Europeu, que pressionam por aumentos mais agressivos nos juros . O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, dirigiu-se ao Conselho de Segurança da ONU, um dia após ataque a um shopping center no país, para pedir que a Rússia seja excluída da condição de membro permanente do grupo. Zelensky disse que enquanto a ONU ainda não tem uma definição legal do termo “estado terrorista”, a guerra “demonstra não apenas o significado do conceito, mas também a urgência necessidade de consagrá-lo legalmente no nível das Nações Unidas e punir qualquer estado terrorista”.

Nos Estados Unidos,  Os índices operam em baixa no momento. Os investidores têm se mostrado céticos em relação à capacidade do Federal Reserve em evitar uma recessão econômica contundente em meio a fortes aumentos nas taxas de juros e a queda da confiança do consumidor alimentou ainda mais as preocupações de que os EUA possam de fato entrar em recessão. Autoridades americanas procuraram minimizar este risco: o presidente do Fed de Nova York, John Williams, e Mary Daly, de São Francisco, reconheceram o alto risco inflacionário, mas insistiram que o soft landing ainda é possível. O presidente do Fed, Jerome Powell, a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, o presidente do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey, além do gerente geral do Banco de Compensações Internacionais, Agustin Carstens, devem falar em um painel em um fórum do BCE mais tarde.

==> Acompanhe os mercados mundiais pela ADVFN (aqui)

Os futuros internacionais de petróleo WTI estão sendo negociados a US$ 112,61 com alta de 0,76%. O Brent opera em alta de 0,65%, negociado a US$ 114,54.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 20.058,80 (-5,22%). O ouro  é negociado a US$ 1.825,60 por onça-troy (+0,25%).

⇒ Bitcoin – Acompanhe o Mundo Cripto na ADVFN

Minério de ferro:  O Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 2,29%, a 803,50 iuanes, o equivalente a US$ 119,97.

Coronavírus

O Brasil registrou 70.166 novos casos da covid-19 na terça-feira, 28. A média móvel de testes positivos, ficou em 54,6 mil, o que representa um aumento de 30% em relação à de duas semanas atrás. A última vez que o índice esteve nesse patamar foi no início de março, quando o País começava a se recuperar da alta circulação da variante Ômicron. O País também notificou 294 novas mortes pelo coronavírus, enquanto a média móvel de óbitos ficou em 209, acima de 200 pela primeira vez desde 1º de abril, quando estava em 207. No total, o Brasil tem 670.900 vítimas e 32.207.082 casos da doença. São Paulo notificou 122 mortes e 9,8 mil novos casos do coronavírus nas últimas 24 horas, o maior total para o período. Acre, Amazonas, Amapá, Minas Gerais, Paraíba, Piauí e Roraima não informaram óbitos causados pela doença nesta terça.

A Europa vive atualmente uma sétima onda de Covid-19, que se explica em grande parte pela capacidade das novas variantes escaparem à imunidade dos indivíduos, a partir da sua resistência às proteções fornecidas pela vacinação e contágios anteriores. No início do verão, a Europa entrou numa sétima onda de coronavírus marcada por um aumento dos casos em quase todos os países. Entre as razões está um relaxamento das medidas de distanciamento, mas também uma redução da imunidade.

Brasil

O Brasil registrou um saldo positivo de 277.018 vagas formais em maio, conforme dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho e Previdência na terça-feira (28). O número é resultado de 1.960.960 admissões e 1.683.942 desligamentos, e representa uma alta em relação ao dado de abril, quando o saldo de vagas formais ficou em 197.443.

Poderes

O governo e o Congresso articulam incluir na PEC dos Combustíveis dispositivo para zerar a fila de espera do Auxílio Brasil. A medida atingiria cerca de três milhões de famílias que estão hoje à espera de entrarem no rol do programa social, a um custo de R$ 4 bilhões. A ideia é que os novos beneficiários também sejam contemplados com os R$ 200 entre 1º de agosto e 31 de dezembro—a ser aprovado pela PEC—, além dos R$ 400. A apresentação do parecer da PEC foi adiada pela terceira vez.

Economia

A Dívida Pública Federal (DPF) do Brasil voltou a avançar. Com alta de 2,01% em maio, o valor nominal da DPF alcançou R$ 5,702 trilhões, ante R$ 5,589 trilhões no mês anterior. Em março, a DPF totalizava R$ 5,564 trilhões.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse na terça-feira (28) que o Brasil pode estar entrando em um ciclo de crescimento de 3% ao ano pela próxima década.

O ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, afirmou que as medidas do governo federal de reduzir tributos sobre combustíveis para amenizar o impacto da alta no preço do petróleo estão sendo seguidas por diversos países desenvolvidos na Europa e pelos Estados Unidos. Apesar de admitir posição favorável à privatização da Petrobras, o ministro afirmou que a venda da estatal não é uma “bala de prata” para melhorias na petrolífera em relação às pressões que a companhia tem sofrido nos últimos meses.

Os 27 países membros da União Europeia aprovaram na madrugada hoje 29 o projeto do Executivo comunitário para encerrar a venda de carros novos a combustão até 2035 e reduzir as emissões a zero. A proposta anunciada pela Comissão Europeia em julho de 2021 e que depende de um debate no EuroParlamento deve contribuir para alcançar os objetivos climáticos do continente, em particular a neutralidade carbônica no horizonte de 2050.

Agenda Econômica

🇸🇦 Opep+ – Reunião de países membros e aliados (00h00) ⭐️
🇪🇺 Confiança do consumidor mensal (06h00)
🇺🇸 Fed – discurso da diretora Loretta Mester (07h30)
🇧🇷 Índice IGP-M mensal (08h00)
🇩🇪 Índice de preços ao consumidor mensal e anual (09h00)
🇺🇸 Variação do PIB trimestral (09h30) ⭐️
🇺🇸 Federal Reserve – Discurso do presidente Jerome Powell (10h00) ⭐️
🇺🇸 Variação de estoques de petróleo EIA semanal (12h00) ⭐️
🇺🇸 Fed – discurso da diretora Loretta Mester (12h30)
🇺🇸 Fed – Discurso do diretor James Bullard (14h05)
🇧🇷 Resultado primário do Governo Central (14h30)
🇯🇵 Produção industrial mensal e anual (20h50)
🇨🇳 PMI não-manufatura NBS mensal (22h30)
🇨🇳 PMI industrial NBS mensal (22h30)
Ibovespa e dólar no último pregão:

Ibovespa:  

Referência do mercado brasileiro, o principal índice fechou em baixa de 0,17%, aos 100.591 pontos depois de atingir 102.237 pontos na máxima intradia. O volume financeiro do dia foi de R$ 24,4 bilhões.

Maiores altas do Ibovespa

PCAR3: +2,86%, a R$ 16,89
BBSE3: +2,13%, a R$ 25,45
VALE3: +1,79%, a R$ 79,45
VBBR3: +1,56%, a R$ 16,96
BRMK5: +1,54%, a R$ 39,50

Maiores baixas do Ibovespa

HAPV3: −5,78%, a R$ 5,22
VIIA3: −5,46%, a R$ 2,08
POSI3: −5,38%, a R$ 5,98
CVCB3: −5,06%, a R$ 7,70
ECOR3: −4,80%, a R$ 5,75

Na Toro, traders podem usar a plataforma Profit Pro grátis

Dólar    

O dólar comercial fechou em alta de 0,60%, a R$ 5,2660, depois de oscilar entre R$ 5,1891 e R$ 5,2790. O dólar ganhou força frente aos pares nesta terça-feira, com a expectativa de um aperto monetário mais severo do Fed voltando ao foco dos investidores, diante de novas declarações de membros do BC americano.

Ifix   

O índice fechou em queda de 0,24% aos 2.793 pontos. Ao longo do dia, o índice registrou a pontuação mínima de 2.792 pontos. Na máxima, o IFIX foi de 2.806 pontos.

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, G1, Agência Brasil e BDM, correio braziliense, estadão, isto é dinheiro

Deixe um comentário