Bom dia ADVFN - Crescimento econômico da China desacelera, Congresso promulga PEC dos Benefícios e mais

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor!  15 de julho de 2022, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Bolsas mundiais:  Os índices futuros americanos e bolsas da Europa operam no terreno positivo, as Bolsas asiáticas fecharam sem direção definida depois que o PIB da China veio mais fraco do que o previsto. A segunda maior economia do mundo registrou um crescimento do PIB de 0,4% no segundo trimestre em relação ao ano anterior, abaixo do consenso Refinitiv de 1%, com o país lutando para se livrar do impacto dos controles do Covid.

Na Ásia, as ações encerraram a semana sem direção única, com queda de -1,64% no índice em Xangai após o dado abaixo da expectativa do PIB Chinês (+0,4% ante expectativa de +0,9%). Já Shenzhen recuou -1,49% ainda como consequência do crescimento menor da economia do país no 2TRI. A Bolsa de Hong Kong liderou as perdas, com o índice Hang Seng perdendo -2,19% impactada por papeis de tecnologia (Alibaba perdeu -5,98% após se tornar alvo de uma investigação sobre roubo de um amplo banco de dados policiais). Em Tóquio, o índice Nikkei fechou em alta de +0,54% e, em Seul, o Kospi avançou +0,37%. Em Taiwan, o Taiex subiu +0,78%. O crescimento econômico da China desacelerou acentuadamente no segundo trimestre, expandindo 0,4% em relação ao ano anterior e abaixo das expectativas, à medida que os lockdowns para conter os casos recordes de casos de Covid-19 atingiram a atividade industrial e os gastos do consumidor. Na comparação trimestral, o PIB caiu 2,6% no segundo trimestre, em comparação com as expectativas de queda de 1,5% e ganho revisado de 1,4% no trimestre anterior. No primeiro semestre, o PIB cresceu 2,5%.

Na Europa, as Bolsas operam em alta. O avanço no índice Stoxx Europe 600 vai sendo liderado pelos setores de construção e saúde. O índice de referência da Itália subiu depois que o presidente do país rejeitou uma oferta de Mario Draghi para renunciar ao cargo de primeiro-ministro, enquanto seu governo se mostra à beira do colapso.

Nos Estados Unidos,  Os índices operam no terreno positivo no momento. Hoje sai o último relatório sobre as vendas no varejo de junho, bem como os preços de importação e exportação. O relatório de produção industrial de junho e os dados preliminares de julho para o sentimento do consumidor são esperado também. Ontem (14), os investidores vasculharam relatórios preocupantes do JPMorgan Chase e do Morgan Stanley, que deram início aos principais resultados dos bancos, e também pesaram a probabilidade de maiores elevações das taxas de juros do Fed e temores de recessão iminentes. Na sequência da temporada de balanços, os investidores estão aguardando os lucros do CitiGroup e do Wells Fargo nesta sexta-feira.

==> Acompanhe os mercados mundiais pela ADVFN (aqui)

Os futuros internacionais de petróleo WTI estão sendo negociados a US$  96,00 com alta de 0,21%. O Brent opera em alta de 0,61%, negociado a US$ 99,72.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 20.855,60 (+5,43%). O ouro  é negociado a US$ 1.699,65 por onça-troy (-0,35%).

⇒ Bitcoin – Acompanhe o Mundo Cripto na ADVFN

Minério de ferro:  O Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 10,04%, a 645,00 iuanes, o equivalente a US$ 95,43.

Coronavírus

O Brasil notificou 65.080 novos casos da covid-19 na quinta-feira, 14. A média móvel de testes positivos, ficou em 54.238, abaixo da registrada na véspera e representando uma queda de 6% em relação à de duas semanas atrás. Apesar da diminuição, o País segue desde o último dia 24 com o índice acima dos 50 mil. O País também registrou 292 novas mortes pelo coronavírus nas últimas 24 horas. A média diária de óbitos na última semana é de 246, acima da calculada na véspera e há 17 dias com estabilidade acima de 200.

Vacinas atualizadas e mais eficazes contra as subvariantes BA.1, BA.4 e BA.5 da ômicron devem ficar prontas entre setembro e outubro desde ano, de acordo com agências reguladoras e empresas farmacêuticas como Moderna e Pfizer. Um estudo do Instituto Todos pela Saúde (ITpS) mostrou que mais de 93% dos casos de covid no mês de junho no Brasil foram das subvariantes BA.4 e BA.5, que são oriundas da ômicron, ultrapassando a BA.1.

Brasil

A associação que representa os supermercados no Brasil estima que cerca de 50% a 60% dos recursos extras disponibilizados às famílias por meio dos auxílios aprovados na PEC dos Benefícios poderão ser destinados ao setor, ainda que os dados sejam preliminares. Os cálculos não estão finalizados, e levam em conta, todos os benefícios acoplados à Proposta de Emenda à Constituição (PEC), como os aumentos do Auxílio Brasil e do Auxílio Gás e a criação de auxílios a caminhoneiros e taxistas.

Poderes

No início da noite de quinta-feira (14) o Congresso Nacional promulgou a emenda constitucional oriunda da PEC dos Benefícios, aprovada na quarta-feira (13) pela Câmara dos Deputados.

Economia

O Ministério da Economia divulgou na quinta-feira (14) a atualização das projeções de estatísticas macroeconômicas. Dentre as revisões, a pasta projeta agora um crescimento de 2% do Produto Interno Bruto (PIB) de 2022, ante 1,5% na projeção anterior.

A redução média de 5% nos custos da energia gerada pelas Revisões Tarifárias Extraordinárias (RTEs) e a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Produtos (ICMS) terá um impacto médio de 12% sobre as tarifas de energia, informou ontem (14) a diretora-presidente da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Camila Bomfim.

Agenda Econômica

🇺🇸 Variação de preço de bens importados e exportados mensal (09h30)
🇺🇸 Vendas no varejo mensal e anual (09h30) ⭐️
🇺🇸 Índice de manufatura Empire State mensal (09h30)
🇺🇸 Fed – Discurso de Raphael Bostic (09h30)
🇺🇸 Produção industrial mensal e anual (10h15)
🇺🇸 Confiança do consumidor Michigan mensal (11h00)
🇧🇷 B3- Vencimento de opções sobre ações (13h00) ⭐️
🇺🇸 Contagem de Sondas Baker Hughes (15h00)
Ibovespa e dólar no último pregão:

Ibovespa:  

Referência do mercado brasileiro, o principal índice fechou em baixa de 1,80%, a 96.120 pontos. Pesou sobre a Bolsa brasileira a queda acentuada da ação com maior participação no índice: a Vale (VALE3). Além disso, o mau humor em Nova York não ajudou a contrabalancear as negociações do dia.

Maiores altas do Ibovespa

CIEL3: +6,44%, a R$ 4,13
BBSE3: +4,31%, a R$ 26,39
RADL3: +3,67%, a R$ 20,63
MGLU3: +2,83%, a R$ 2,91
COGN3: +2,58%, a R$ 2,39

Maiores baixas do Ibovespa

VALE3: −6,66%, a R$ 67,95
CSNA3: −6,40%, a R$ 13,45
CYRE3: −5,95%, a R$ 12,17
BRAP4: −5,44%, a R$ 22,25
BPAC11: −4,86%, a R$ 21,12

Na Toro, traders podem usar a plataforma Profit Pro grátis

Dólar    

O dólar comercial fechou em alta de 0,51%, a R$ 5,4333, depois de oscilar entre R$ 5,4150 e R$ 5,4904.

Ifix   

O índice fechou com alta de 0,10% aos 2.775 pontos. Ao longo do dia, o índice registrou a pontuação mínima de 2.773 pontos. Na máxima, o IFIX foi de 2.779 pontos

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, G1, Agência Brasil e BDM, correio braziliense, estadão, isto é dinheiro.

Deixe um comentário