Airbnb registra recorde de reservas no segundo trimestre e anuncia recompra de US$ 2 bilhões

LinkedIn

O Airbnb (NASDAQ:ABNB) superou as estimativas de Wall Street para ganhos e registrou receita que atendeu às expectativas para o segundo trimestre. A empresa também anunciou um programa de recompra de ações de US$ 2 bilhões.

O Airbnb, como o Uber, se beneficiou de um aumento nos gastos do consumidor em atividades em oposição a bens de consumo. A receita saltou 58% ano a ano, para US$ 2,1 bilhões, ajudando a impulsionar o segundo trimestre mais lucrativo da empresa até o momento.

As ações caíram cerca de 7% nas negociações estendidas de terça-feira.

O Airbnb também é negociado na B3 através do ticker (BOV:AIRB34).

Aqui estão os números principais:

  • Lucro por ação: US$ 0,56 contra US$ 0,43 esperado pelos analistas, de acordo com a Refinitiv.
  • Receita: US$ 2,10 bilhões contra US$ 2,11 bilhões esperados pelos analistas, de acordo com a Refinitiv.

O Airbnb registrou lucro líquido de US$ 379 milhões, acima do prejuízo de US$ 68 milhões no mesmo trimestre do ano passado.

A empresa disse que reduziu os gastos no auge da pandemia, o que ajudou a torná-la mais enxuta e mais focada, e que adaptou seus negócios à medida que as viagens continuam mudando.

O Airbnb antecipa receita recorde durante o terceiro trimestre, apesar dos ventos contrários das flutuações cambiais, especificamente o enfraquecimento do euro em relação ao dólar. Ele orientou a receita do terceiro trimestre para atingir entre US$ 2,78 bilhões e US$ 2,88 bilhões, acima da estimativa de US$ 2,77 bilhões da StreetAccount. A empresa disse que quebrou um recorde de receita de um dia em 4 de julho, o que indica uma forte temporada de verão à frente.

No segundo trimestre, o Airbnb registrou mais de 103 milhões de noites e experiências reservadas. É o maior número trimestral da empresa de todos os tempos, mas ficou abaixo das estimativas da StreetAccount de 106,4 milhões de noites e experiências reservadas.

O valor bruto da reserva, que o Airbnb usa para rastrear os ganhos dos anfitriões, taxas de serviço, taxas de limpeza e impostos, totalizou US$ 17 bilhões no segundo trimestre, um aumento de 27% ano a ano.

E enquanto muitas empresas estão chamando os funcionários de volta ao escritório, as estadias de longo prazo, onde os hóspedes ficam em uma casa por 28 dias ou mais, continuam sendo o segmento de crescimento mais rápido do Airbnb, com crescimento de 25% em relação ao trimestre do ano anterior.

A empresa disse que as diárias brutas reservadas para viagens internacionais superaram os níveis pré-pandemia durante o trimestre e dobraram em comparação com o mesmo trimestre do ano passado.

As diárias médias subiram 40% quando comparadas aos níveis pré-pandemia em 2019, chegando a US$ 164. Isso representa um aumento de 7% em relação ao mesmo trimestre do ano passado, excluindo os efeitos das flutuações cambiais. A empresa prevê que o ADR fique estável no terceiro trimestre em uma base anual.

Com informações de CNBC

Deixe um comentário