Armac (ARML3): lucro líquido de R$ 30,8 milhões no 2T22, alta de 185,4%

LinkedIn

A Armac, locadora de equipamentos pesados, registrou lucro líquido ajustado de R$ 30,8 milhões no segundo trimestre de 2022 (2T22), cifra 185,4% maior do que o reportado na mesma etapa de 2021, informou a companhia.

A receita líquida atingiu R$ 225,9 milhões, expansão de 15,6% em relação ao 1T22 e 215,5% quando comparada com o 2T21. A receita líquida de locação atingiu R$ 213,8 milhões, crescendo 15,0% quando comparada ao 1T22 e 201,3% ao 2T21.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado totalizou R$ 102,8 milhões no 2T22, um crescimento de 167,3% em relação ao 2T21. A margem Ebitda (Ebitda sobre receita líquida) ajustada atingiu 48,1% entre abril e junho, um avanço de 0,9 p.p. frente a margem registrada em 2T21.

A geração de caixa operacional gerencial foi de R$ 55,6 milhões, redução 40,1% quando comparada ao 1T22 pelo maior consumo de capital de giro ocorrido no trimestre. O caixa operacional gerado no 2T22 representou 54,1% do EBITDA Ajustado vs. 105,9% no 1T22 e 99,4% no 2T21.

O retorno sobre capital investido (ROIC) ajustado, por sua vez, atingiu 28,3% no 2T22, baixa de 4,3% na comparação com 2T21.

O lucro bruto ajustado atingiu a cifra de R$ 96,5 milhões no segundo trimestre de 2022, um aumento de 183,1% na comparação com igual etapa de 2021. A margem bruta foi de 45,1% no 2T22, baixa de 3 p.p. frente a margem do 2T21.

A Armac encerrou o segundo trimestre de 2022 com uma frota de locação total de 7.522 equipamentos, composta por máquinas linha amarela, plataformas elevatórias, empilhadeiras, caminhões e geradores. Neste período, houve a adição de 624 equipamentos, representando um crescimento de 9,0% em relação ao 1T22 e 295,5% em relação ao 2T21.

O capex orgânico totalizou R$ 241 milhões no 2T22, com expansão de 5,6% contra o trimestre anterior e representando um CAPEX mensal médio de R$ 80,3 milhões vs. R$ 76,1 milhões no 1T22.

A dívida bruta da Companhia encerrou o 2T22 em R$ 1.569,9 milhões, uma queda de R$ 221,1 milhões em relação ao 1T22 por conta do pré-pagamento de linhas antigas que possuíam custo não compatível com a robustez atual do balanço da Companhia. A dívida líquida encerrou o trimestre em R$ 686 milhões, um crescimento de 44,8% na comparação com a mesma etapa de 2021, resultando em uma alavancagem UDM de 2,10x. Realizando um exercício de anualização do EBITDA do 2T22 para os próximos 12 meses (run-rate), nossa alavancagem seria de 1,62x.

Os resultados da Armac (BOV:ARML3) referentes suas operações do segundo trimestre de 2022 foram divulgados no dia 09/08/2022. Confira o Press Release completo!

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Estadão

Deixe um comentário