Banco Modal (MODL11): lucro líquido ajustado de R$ 26 milhões no 2T22, queda de 43,2%

LinkedIn

O banco digital Modal fechou o segundo trimestre com lucro líquido ajustado de R$ 26 milhões, uma queda de 43,2% em relação ao mesmo período do ano passado e de 42,5% na comparação com os três primeiros meses de 2022.

A receita líquida somou R$ 210,7 milhões no segundo trimestre deste ano, crescimento de 18,7% na comparação com igual etapa de 2021.

O lucro líquido ajustado, excluindo o efeito líquido de impostos da provisão com o plano de Phantom Stock Option e das despesas não recorrentes relacionadas ao processo em andamento de combinação de negócios com a XP. No 2T22, houve o impacto na base tributária advinda da declaração de JCP.

O lucro bruto atingiu a cifra de R$ 168,4 milhões no segundo trimestre de 2022, um aumento de 13,5% na comparação com igual etapa de 2021. A margem bruta foi de 79,9% no 2T22, uma redução de 3,7 pontos percentuais (p.p.) frente a margem do 2T21.

O retorno sobre patrimônio líquido médio (ROAE, na sigla em inglês) atingiu 11% entre abril e junho de 2022, baixa de 3,2 p.p. em relação ao mesmo período de 2021.

O Custo dos Serviços Prestados totalizou R$42,3 milhões no 2T22, aumento de 45,3% contra o 2T21 e de 4,8% contra o 1T22.

Os ativos totais somaram R$ 7,272 bilhões no segundo trimestre de 2022, um aumento de 25,6% na comparação anual.

O patrimônio líquido do Banco Modal atingiu 1,316 bilhões no final do segundo trimestre de 2022, um recuo de 4,5% frente ao 2T21.

A base de clientes ativos totalizou 615,5 mil clientes no 2T22, uma expansão de 39,8% contra o 2T21 e de 4,7% contra o 1T22. No 2T22, nossa base de clientes contou com a adição de novos clientes advindos da recente integração do MaaS em nosso ecossistema, que atualmente encontra-se em processo de amadurecimento e ganho de escala.

As despesas com vendas, gerais e administrativas, excluindo o efeito da provisão do programa de Phantom Stock Options e despesas não recorrentes, totalizaram R$90,5 milhões no 2T22, aumento de 36,3% contra o 2T21 e de 2,3% contra o 1T22.

A receita de Mercado de Capitais, que contempla majoritariamente nossas atividades de estruturação e distribuição de instrumentos de dívida e operações de M&A, totalizou R$49,8 milhões no 2T22, aumento de 57,3% contra o 2T21 e queda de 11,2% contra o 1T22.

A receita de Conteúdo Digital totalizou R$4,2 milhões no 2T22, queda de 30,2% contra o 2T21 e de 42,0% contra o 1T22.

⇒ Aquisições

Em abril, tendo em vista o atendimento das condições precedentes, a companhia comcluiu a aquisição de 100% da boutique de M&A Galapos, de 100% da infratech de seguros W2 Digital e de 11,25% da fintech de home equity KeyCash. As três operações já estão plenamente integradas ao nosso ecossistema de bem estar financeiro.

A plataforma digital Modal as a Service (MaaS) continua em expansão, já oferecendo serviços bancários, de crédito e de seguros para mais de 50 parceiros de diversos segmentos – uma interface com um público de diferentes nichos e perfis, contribuindo para ampliação dos negócios destes nossos importantes parceiros.

Em maio, a Modal fechou parceria exclusiva com BrasilPrev para oferecer para nossa base de clientes seus planos de previdência privada através da nossa plataforma digital.

⇒ Combinação de Negócios com a XP:

Em 04 de maio, foram assinados os documentos definitivos da combinação de negócios com a XP, em continuidade ao movimento estratégico anunciado no início do ano, que envolverá a troca da totalidade das ações do Modal por BDRs da XP Inc.; e em 20 de junho, foi aprovado, em assembleia junto aos nossos acionistas, a conversão da totalidade das ações preferenciais por ações ordinárias, além da migração para o segmento do Novo Mercado. A efetivação da conversão e migração de segmento aguardam homologação do Banco Central e aprovação da B3, com prazo de conclusão esperado nas próximas semanas.

Os resultados da Modalmais (BOV:MODL3) (BOV:MODL4) (BOV:MODL11) referente suas operações do segundo trimestre de 2022 foram divulgados no dia 09/08/2022. Confira o Press Release completo!

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney

Deixe um comentário