ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for discussion Cadastre-se para interagir em nossos fóruns de ativos e discutir com investidores ideias semelhantes.

Desempenho da Alphabet no terceiro trimestre revela crescimento publicitário e ambições na nuvem

LinkedIn

A Alphabet (NASDAQ:GOOGL), controladora do Google, anunciou um crescimento na receita de 11% no terceiro trimestre, impulsionado por um forte ressurgimento na publicidade. Esta é a primeira vez em mais de um ano que a empresa alcança uma expansão de dois dígitos. Contudo, as ações experimentaram uma queda de 5% após o fechamento do mercado, dado que os rendimentos da sua divisão de nuvem não corresponderam às expectativas.

A Alphabet também é negociada na B3 através do ticker (BOV:GOGL34).

Destaques Financeiros:

  • Lucro por Ação: US$ 1,55, superando a previsão de US$ 1,45 da LSEG, antes chamada de Refinitiv.
  • Receita Total: US$ 76,69 bilhões, ligeiramente acima dos US$ 75,97 bilhões projetados pela LSEG.
  • Receita de Publicidade do YouTube: US$ 7,95 bilhões, acima dos US$ 7,81 bilhões estimados.
  • Receita do Google Cloud: US$ 8,41 bilhões, um pouco abaixo da previsão de US$ 8,64 bilhões.
  • Custos de Aquisição de Tráfego: US$ 12,64 bilhões, praticamente em linha com a estimativa de US$ 12,63 bilhões.

Após quatro trimestres de crescimento de um dígito, o aumento significativo foi uma virada, especialmente após desafios anteriores na publicidade devido à recessão e à concorrência crescente do TikTok.

Sundar Pichai, CEO da Alphabet, destacou o sucesso do YouTube Shorts, concorrente do TikTok, que agora conta com 70 bilhões de visualizações diárias, um aumento considerável desde o início do ano.

Apesar do desempenho abaixo do esperado da divisão de nuvem, ela apresentou um crescimento robusto de 22% ano a ano. Essa divisão tem se mostrado crucial, principalmente na corrida contra gigantes como Amazon Web Services e Microsoft Azure. A margem de lucro também melhorou, demonstrando progresso em relação ao ano anterior.

Ruth Porat, a diretora financeira que anunciou sua saída do cargo, observou que o crescimento robusto da nuvem foi generalizado, mas mencionou que certos “esforços de otimização do cliente” podem ter afetado as taxas de crescimento.

Outros investimentos da empresa, incluindo o Waymo, serviço de carros autônomos, e a Verily, unidade de ciências biológicas, continuam mostrando potencial, mas com desafios. A IA generativa, especialmente após o lançamento do chatbot ChatGPT da OpenAI, está se mostrando uma área promissora para a empresa.

Finalmente, a Alphabet tem sido cautelosa em seus gastos, com cortes significativos em empregos e reestruturações em diversas divisões, evidenciando uma abordagem mais conservadora após anos de expansão acelerada.

Deixe um comentário

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br