ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

Mercado Europeu fecha em queda em meio a disparada dos Treasuries

LinkedIn

Os principais índices do mercado de ações europeu fecharam o pregão desta terça-feira em queda, ainda influenciados pelo contínuo aumento nas taxas dos Treasuries dos Estados Unidos e por sinais preocupantes de enfraquecimento econômico na Europa.

Os rendimentos dos Treasuries dispararam ainda mais após a divulgação do relatório de emprego e vagas Colts, na sigla em inglês), que indicou um mercado de trabalho extremamente apertado em agosto. A pesquisa apontou um total de 9,6 milhões de vagas disponíveis no mês, superando as expectativas dos economistas consultados pela Dow Jones, que previam 8,8 milhões de empregos.

O rendimento da nota de 10 anos foi negociado a 4,787%, atingindo seu nível mais alto desde 2007. Esse aumento está ligado à avaliação dos traders sobre a possibilidade de o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) manter uma postura mais restritiva por um período prolongado. Além disso, o rendimento da nota de 30 anos subiu para 4,891%, alcançando o patamar mais elevado desde 17 de outubro de 2007.

“Se continuarmos a ver os rendimentos subirem com especulações de que o rendimento dos títulos de 10 anos dos EUA poderia subir para e além de 5%, a pressão sobre as avaliações do mercado de ações dos EUA poderia se tornar mais intensa”, diz o analista-chefe de mercado da CMC Markets, Michael Hewson.

“Os números de vagas de emprego de hoje para agosto mostraram um grande aumento em relação a julho, subindo de 8,9 milhões para 9,6 milhões, o que é mais um sinal de que o mercado de trabalho dos EUA continua em boa forma, mantendo a pressão ascendente tanto sobre o dólar dos EUA quanto sobre os rendimentos”, acrescenta.

Enquanto isso, os temores do mercado em relação à saúde da economia europeia persistem. Dados de atividade industrial divulgados ontem apontaram uma significativa contração no setor manufatureiro da região.

Confira abaixo a variação e a pontuação dos índices europeus no fechamento:

FTSE-100 (Londres): -0,54%, 7.470, 16 pontos DAX-30 (Frankfurt): – 1,02%, 15.093,72 pontos CAC-40 (Paris): – 1,01%, 6.997,05 pontos FTSE MIB (Milão): – 1,32%, 27.482,2 pontos IBEX-35 (Madri): – 1,59%, 9.170,80 pontos SMI-20 (Zurique): -0,92%, 10.763,37 pontos PSI-20 (Lisboa): -2,74%, 5.898,81 pontos

Deixe um comentário

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br