ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

Futuros do petróleo operam perto da estabilidade, com tensão no Oriente Médio e ata do Fed no radar

LinkedIn

Os preços dos contratos futuros do petróleo operam perto da estabilidade nesta quarta-feira, com os investidores pesando o aumento nas tensões no Oriente Médio com a divulgação da ata do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), hoje às 16h (horário de Brasília).

Os preços da commodity variaram bastante ontem, entre altas e baixas. “Embora a oferta de petróleo não tenha sido afetada, como refletido na liquidação do preço do petróleo de ontem, o nervosismo é evidente”, disse Tamas Varga, da corretora de petróleo PVM.

O mercado despediu-se de 2023 com uma liquidação considerável e a ansiedade persistente sobre as perspectivas geopolíticas não conseguiu atrair os compradores de volta à tona quando o novo ano começou, acrescentou Varga.

Ontem, a gigante do transporte marítimo Maersk disse que vai suspender o trânsito no Mar Vermelho, por conta dos ataques dos Houthis a embarcações mercantes. Os riscos geopolíticos não estão sendo avaliados neste momento, partindo do pressuposto de que um surto regional continuará a ser evitado, disse Suvro Sarkar, líder da equipe do setor energético do DBS Bank.

Conta também a atenção que os investidores estão dando à divulgação da ata do Fed. Os analistas do Deutsche Bank disseram que a recuperação nos rendimentos reflete o ceticismo crescente sobre a chance de uma recuperação no curto prazo por conta dos cortes nas taxas de juros pelo Fed.

“Claramente, os investidores ainda estão avaliando um corte nas taxas no primeiro trimestre como mais provável do que não, mas tem havido um um pouco mais de dúvida nas últimas 48 horas sobre se os cortes agressivos nas taxas precificados para 2024 irão realmente acabam acontecendo”, acrescentaram.

“O mercado já executou um movimento de rotação em nome do Fed, levando vários membros do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) recuando nos comentários conciliatórios do seu presidente Powell e afirmando que os cortes nas taxas não são iminentes”, afirma Stefan Koopman, estrategista sênior do Rabobank.

Por volta de 9h15 (horário de Brasília), o preço do contrato futuro do petróleo WTI (CCOM:OILCRUDE) negociado na Nymex com entrega para fevereiro subia 0,07%, cotado a R$ 70,43 o barril. Já o preço do contrato do Brent (CCOM:OILBRENT) negociado na plataforma ICE com entrega prevista para fevereiro avançava 0,26%, cotado a R$ 76,08 o barril.

Deixe um comentário