ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for alerts Cadastre-se para alertas em tempo real, use o simulador personalizado e observe os movimentos do mercado.

Ibovespa sobe 2,21%, impulsionado por ações de grandes bancos

LinkedIn

O Ibovespa subiu 2,21%, alcançando 130.416,31 pontos, durante o pregão desta terça-feira (6), impulsionado por ações de grandes bancos e notícias corporativas. O Bradesco (BBDC4) avançou na expectativa do mercado em relação ao seu balanço. Além disso, em conjunto com o Banco do Brasil (BBSA3), a instituição financeira lançou uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) para adquirir todas as ações da Cielo (CIEL3). Por sua vez, o Itaú (ITUB4) apresentou números que agradaram aos investidores e anunciou o pagamento de dividendos no valor de até R$ 15 bilhões.

O Índice Bovespa (Ibovespa), que reflete o desempenho médio das cotações das principais ações de empresas negociadas na BM&FBOVESPA, é formado pelas ações com maior volume negociado nos últimos meses.

A Natura (NTCO3) liderou as maiores altas do índice após comunicar ao mercado sua avaliação sobre uma possível divisão da Natura&Co Latam e da Avon em duas empresas independentes e de capital aberto, visando gerar mais valor para os acionistas.

A ata do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central manteve a sinalização de futuros cortes de meio ponto percentual na taxa Selic nas próximas reuniões. O documento expressou preocupações com pressões inflacionárias globais e com a inflação de serviços no Brasil, que continua resiliente. Especialistas apontaram que a ata não trouxe novidades, sendo uma postura já esperada pelo mercado.

O dólar à vista encerrou em baixa em relação ao real, se afastando um pouco da marca dos cinco reais, em linha com o mercado externo, em uma sessão marcada pela busca global por ativos de risco após os recentes avanços do dólar dos EUA, impulsionados por dados e declarações de autoridades indicando que o Federal Reserve deve começar a cortar juros apenas mais adiante. A moeda norte-americana encerrou o dia cotada a 4,9630 reais na venda, registrando uma queda de 0,38%. No acumulado de fevereiro, o dólar acumula um ganho de 0,50%.

No cenário internacional, a queda nos rendimentos dos títulos do Tesouro norte-americano endossou o viés positivo no pregão brasileiro, com o Treasury de 10 anos marcando 4,1346%, ante 4,164% no dia anterior.

 

Os principais índices acionários em Wall Street encerraram sem direção definida, em uma sessão de pouca volatilidade, com investidores digerindo falas de diversos membros do Federal Reserve.

O índice Nasdaq 100 recuou 0,23%, enquanto o Dow Jones e S&P500 subiram 0,37% e 0,23%, respectivamente.

Ao longo do dia, investidores reagiram a uma série de discursos de autoridades do Federal Reserve, que endossaram a mensagem prévia do presidente da autarquia, Jerome Powell, de que o banco central não terá pressa em cortar as taxas de juros.

O presidente do Fed Bank de Minneapolis, Neel Kashkari, disse que o banco central ainda não atingiu seu objetivo de levar a inflação de volta à meta de 2%. Já a presidente do Fed de Cleveland, Loretta Mester, sugeriu que não tem pressa em começar a cortar as taxas, dizendo que os decisores políticos precisam ganhar mais confiança para flexibilizá-las “ainda este ano” se a economia evoluir como esperado.

 

Acompanhe as altas e baixas da bolsa nos últimos dias:

Data Variação Pontuação Volume Financeiro
01/02/2024 0,57% 128.481,02  R$ 23,7 bilhões
02/02/2024 -1,01%  127.182,25  R$ 23,7 bilhões
05/02/2024 0,32%  127.593,49 R$ 19,5 bilhões
06/02/2024 2,21% 130.416,31 R$ 27,2 bilhões

DESTAQUES DO IBOVESPA – (pregão à vista)

  • ALTAS IBOVESPA

NTCO3: +6,66% a R$ 17,13
BBDC4: +6,01% a R$ 16,57
ELET3: +5,80% a R$ 43,20
RRRP3: +4,71% a R$ 28,47
BBDC3: +4,67% a R$ 14,56

  • BAIXAS IBOVESPA

EMBR3: -3,30% a R$ 21,95
RENT3: −2,87% a R$ 52,20
RAIL3: −0,62% a R$ 22,53
WEGE3: −0,33% a R$ 33,15
HAPV3: −0,26% a R$ 4,84

Confira o ranking completo de todos os papéis negociados na B3.

  1. 💥 Confira os destaques corporativos de hoje 💥

    Agrogaxaly (AGXY)

    Depois de alongar dívidas e fortalecer sua estrutura de capital, a AgroGalaxy, anunciou uma reorganização em seu modelo de gestão, marcada por redução de níveis hierárquicos, enxugamento de pessoal, fechamento de lojas e a implantação de uma nova divisão regional de atuação. A empresa também confirmou que Welles Pascoal deixará o cargo de CEO e será substituído, a partir de 1º de março, por Axel Labourt, que atualmente é o COO da companhia. Saiba mais…

    Azul (AZUL4)

    A companhia aérea Azul anunciou reabertura da emissão de títulos de dívida seniores com garantia e vencimento em 2028. Saiba mais…

    Banco BMG (BMGB4)

    O banco BMG reportou lucro líquido de R$ 124 milhões no quarto trimestre de 2023 (4T23), alta de 70,9% em relação ao 4T22. Saiba mais…

    Cielo (CIEL3)

    A Cielo reportou lucro líquido de R$ 480,8 milhões no quarto trimestre de 2023, montante 46,6% superior ao reportado no mesmo intervalo de 2022, informou a companhia. O consenso LSEG previa lucro líquido de R$ 483,9 milhões no período. Saiba mais…

    A Cielo informou que BB Elo, controlada do Banco do Brasil, e Quixaba, controlada do Bradesco, decidiram realizar, juntamente com o Grupo Elopar, uma oferta pública unificada de aquisição (OPA) de ações ordinárias da companhia, levando assim ao fechamento e capital. BB e Bradesco são os acionistas controladores da adquirente. Saiba mais…

    Energisa (ENGI11)

    A Energisa prevê investimentos de R$ 6,1 bilhões para o ano de 2024, sendo R$ 4,9 bilhões para distribuidoras, R$ 513,5 milhões para transmissão e o restante será direcionado para a nova marca do grupo (re)energisa, para a distribuição de gás natural e para holdings e outras empresas.

    Iguatemi (IGTI11)

    A Iguatemi anunciou o projeto de retrofit do Complexo Market Place. Saiba mais…

    Itaú Unibanco (ITUB3/ITUB4)

    O Itaú Unibanco registrou lucro líquido gerencial de R$ 9,401 bilhões no quarto trimestre do ano passado, de acordo com balanço. O resultado é 22,6% superior ao observado em igual intervalo de 2022. Em relação ao terceiro trimestre de 2023, representa um crescimento 4%. Saiba mais…

    O Itaú aprovou programa de recompra de até 75 milhões de ações preferenciais, sem redução do valor do capital social, para manutenção em tesouraria, cancelamento ou recolocação no mercado. O programa terá um período de 18 meses. Saiba mais…

    Natura & Co. (NTCO3)

    A Natura&Co autorizou sua diretoria a avaliar uma possível separação da Natura&Co Latam e da Avon em duas companhias independentes e de capital aberto, a fim de gerar mais valor aos acionistas. Saiba mais…

    Oi (OIBR3/OIBR4)

    O Conselho de Administração da Oi aprovou a nova versão do plano de recuperação judicial da companhia e suas subsidiárias Portugal Telecom International Finance e Oi Brasil Holdings Coöperatief. O processo está em curso perante a 7ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro. Saiba mais…

    PetroReconcavo (RECV3)

    A PetroRecôncavo informou que seu 2º Programa de Recompra de Ações teve seu prazo expirado em 27 de janeiro de 2024, e seu encerramento deverá ser ratificado na próxima Reunião do Conselho de Administração.

    Santander (SANB11)

    O Santander aprovou um novo programa de recompra de certificados de depósito de ações (Units) ou de American Depositary Receipts (ADRs) de emissão da companhia para manutenção em tesouraria ou posterior alienação. Saiba mais…

    Unipar (UNIP3/UNIP5/UNIP6)

    A Unipar Carbocloro promoverá a transição na alta administração. Saiba mais…

    Vale (VALE3)

    A Vale disse, em resposta a questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que está avaliando a eventual renovação do mandato do presidente em exercício, Eduardo Bartolomeo, ou a realização de processo sucessório. O mandato de Bartolomeo está previsto para terminar em 26 de maio deste ano. Saiba mais…

    (Com informações da Forbes Money, TC Mover e Momento B3)

Deixe um comentário