ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

Meta Platforms lança novo conselho consultivo de produtos para fortalecer iniciativas de IA

LinkedIn

Mark Zuckerberg, CEO da Meta Platforms Inc. (NASDAQ:META), anunciou a criação de um novo conselho consultivo de produtos, visando impulsionar as iniciativas da empresa em inteligência artificial e outras tecnologias avançadas.

A Meta Platforms também é negociada na B3 através da BDR (BOV:M1TA34).

Este conselho, denominado Meta Advisory Group, será composto por líderes notáveis do setor tecnológico, incluindo Patrick Collison, CEO da Stripe; Nat Friedman, ex-CEO do GitHub; Tobi Lütke, CEO da Shopify; e Charlie Songhurst, ex-executivo da Microsoft. Este grupo, que não receberá remuneração, se reunirá periodicamente com a equipe de gerenciamento da Meta para oferecer orientação e recomendações estratégicas.

Diferentemente do conselho de administração da empresa, que é composto por membros eleitos por acionistas, o Meta Advisory Group não possui obrigações fiduciárias com a empresa, operando puramente como um órgão consultivo. Sua criação visa proporcionar insights externos sobre avanços tecnológicos e oportunidades de crescimento, especialmente em um momento em que a Meta intensifica seu foco em produtos de IA, como os fones de ouvido de realidade virtual Quest e os óculos inteligentes Ray-Ban, além de software como seu assistente de IA.

Durante uma recente teleconferência de resultados, Zuckerberg expressou otimismo e ambição em relação às capacidades de IA da Meta, mencionando que a empresa está pronta para liderar globalmente em IA e explorar novas oportunidades de mercado. Ele também pediu paciência aos investidores, destacando que os investimentos em IA podem não gerar retornos financeiros imediatos, mas são cruciais para sustentar o desenvolvimento de futuras tecnologias. A Meta enfrenta competição de gigantes como Google, Microsoft e novas startups no desenvolvimento de modelos de IA avançados.

Deixe um comentário