A C&A, varejista de moda, registrou lucro líquido de R$212,9 milhões entre outubro e dezembro, com alta de 37,9% na base anual.

A C&A Modas (BOV:CEAB3) divulgou os resultados do quarto trimestre de 2022 (4T22) na noite desta quarta-feira (1). Confira o documento na íntegra!

Analistas da XP destacaram em relatório o avanço anualizado de 3,4 pontos percentuais na margem bruta da empresa, a 51,7%, e o efeito tributário positivo sobre o lucro líquido.

A C&A reportou alta de 4,7% na receita líquida ano a ano, para R$1,95 bilhão. No conceito mesmas-lojas, que exclui unidades abertas no período, as vendas subiram 1%.

No relatório de resultados, a C&A destacou o papel das vendas por WhatsApp em suas receitas digitais ao longo do ano. A receita líquida digital da empresa fechou o ano passado em R$872,4 milhões, alta de 27% em relação a 2021, atingindo fatia de 14,8% do total de vendas da empresa.

A receita do último trimestre foi composta quase em sua totalidade pelo faturamento com mercadorias, que avançou 2,5% e somou R$ 1,88 bilhão. No recorte das mercadorias, a receita de vestuário avançou 2,9%, para R$ 1,65 bilhão, enquanto o fashiontronics e beleza somou R$ 232,1 milhões em vendas, leve ganho de 0,3% no comparativo anual.

Já o segmento de serviços financeiros, que também compõe a receita líquida total, saltou 149,2% e alcançou receita de R$ 62,8 milhões. De acordo coma companhia, a C&A Pay emitiu mais de 600 mil cartões no último trimestre, alcançando pouco menos de 2,6 milhões de cartões desde sua criação, em 2021.

A receita bruta digital foi de R$ 396,7 milhões, alta de 54,7% no comparativo anual. O indicador considera o marketplace Galeria C&A e a operação omnicanal.

O Ebitda entre outubro e dezembro somou R$ 481,3 milhões, avanço de 32,6%, enquanto o Ebitda anual cresceu 40,6%, para R$ 910,1 milhões.

No critério ajustado, considerando outras receitas operacionais líquidas, receita financeira de fornecedores, recuperação de créditos fiscais e pagamentos relativos ao arrendamento mercantil, o Ebitda trimestral ficou em R$ 364,3 milhões, alta de 20,1%, com margem de 18,7%, ganho de 2,4 pontos percentuais no comparativo trimestral.

As despesas operacionais, desconsiderando depreciação e amortização, somaram R$ 497,2 milhões, queda de 7,1% em relação ao montante de despesas equivalentes em 2021.

Os investimentos da C&A somaram R$ 110,8 milhões no último trimestre, 68,1% abaixo do período correspondente de 2021.

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters e TC.

C&A ON (BOV:CEAB3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Mai 2023 até Jun 2023 Click aqui para mais gráficos C&A ON.
C&A ON (BOV:CEAB3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jun 2022 até Jun 2023 Click aqui para mais gráficos C&A ON.