Marcopolo tem lucro quase 13% menor no 1º tri; ações registram caem mais de 3%

LinkedIn

A Marcopolo (BOV:POMO4), fabricante de carrocerias e equipamentos para ônibus e caminhões, registrou receita líquida foi de R$ 898 milhões no primeiro trimestre, com aumento de 17% em relação ao ano passado, impactado pela variação cambial no período nas vendas externas.

O Ebitda ajustado foi de R$ 67,8 milhões e ligeiramente abaixo do esperado e comprimido por maiores despesas. O lucro líquido foi de R$ 27,0 milhões e ligeiramente acima da expectativa, devido a impacto de ganhos financeiros com a variação cambial, mas mesmo assim inferior ao do ano passado.

No período as vendas internas aumentaram 23% e nas vendas externas o aumento foi de 13%, mas com um mix mais pobre, já que aumentou a venda de ônibus urbanos.

Reação do Mercado

Impulsionada pela divulgação dos resultados, as ações da companhia operam com queda de 3,01% a R$ 3,54.

Para a Mirae, no geral o resultado foi ligeiramente mais fraco do que o esperado e, com a paralisação da economia, a corretora não espera uma melhora no mix de vendas no curto prazo, para produtos com maiores margens. “Esperamos uma melhora após a definição dos rumos da economia, com a aprovação da reforma da previdência”, diz a corretora, que recomenda compra para longo prazo da ação da Marcopolo com potencial de alta de 31%.

Deixe um comentário