Suzano Austria precifica oferta de bonds no valor de US$ 750 milhões

LinkedIn

A Suzano (BOV:SUZB3) precificou a oferta de bonds pela sua subsidiária integral Suzano Austria, com a emissão de títulos de dívida para colocação no mercado internacional no valor principal de US$ 750 milhões.

O yield é de 3,950% ao ano e cupom de 3,750% ao ano. O comunicado foi feito após o pregão desta quinta-feira (10). “A liquidação da operação está prevista para 14 de setembro de 2020”, diz a Suzano em nota.

O pagamento será semestral e o vencimento, em 15 de janeiro de 2031. As Notes contarão com garantia integral da companhia.

“As Notes possuem indicadores de performance ambientais (KPIs) associados a uma meta de redução de intensidade de emissões de gases de efeito estufa até 2025”, segue.

Segundo a Suzano, isso evidencia o compromisso da empresa como “parte da solução perante a crise climática global”.

Assim, os novos títulos de dívida caracterizam-se como sustainability-linked bonds, de acordo com os princípios promulgados pela International Capital Markets Association.

As Notes não foram e nem serão registradas perante a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), diz a nota.

Portanto, não podem ser ofertadas ou vendidas no Brasil, exceto em circunstâncias que não constituam uma oferta pública ou uma distribuição não autorizada.

Os recursos obtidos serão utilizados para a liquidação das ofertas de aquisição realizadas pela Suzano Austria e Fibria Overseas, as duas subsidiárias integrais da Suzano.

Prejuízo 2T20

O Ebitda ajustado da Suzano, de R$ 4,18 bilhões, subiu 35% e, em dólares, foi o mais alto da indústria no mundo, ao câmbio médio de R$ 5,39. O resultado final, porém, foi afetado pelo impacto negativo da valorização de 5% do dólar frente ao real na dívida em moeda estrangeira e nas operações de hedge, levando a Suzano a prejuízo de R$ 2,06 bilhões.

Deixe um comentário