Smiles (SMLS3) 3T20: Lucro líquido de R$ 50,2 milhões

LinkedIn

A Smiles apresentou um lucro líquido de R$ 50,2 milhões no 3T20, resultado 66,4% abaixo do ganho registrado no mesmo período de 2019. A companhia associou a queda no lucro aos efeitos da pandemia de covid-19. Houve melhora em relação ao segundo trimestre deste ano, quando a companhia registrou prejuízo de R$ 400 mil.

A empresa credita que a volta parcial da atividade econômica “é parte da explicação para esses bons resultados”.

Os resultados da Smiles (BOV:SMLS3) referente a suas operações do segundo trimestre de 2020, foram divulgados no dia 27/10/2020.

Ebtida  – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização –chegou a R$ 62 milhões, queda de 69,9% na comparação anual. No segundo trimestre o Ebitda ficou negativo em R$ 6,2 milhões. A margem Ebitda, por sua vez, ficou em 46,3% no terceiro trimestre desse ano, contra  resultado negativo de 11% registrado no segundo trimestre.

A empresa de programa de fidelidade da Gol possui valor mercado de R$ 2,19 bilhões. Confira a Análise completa da empresa com informações exclusivas.

A receita líquida da Smiles cresceu 136,7% no trimestre finalizado em setembro, ficando em R$ 133,9 milhões, ante R$ 56,6 milhões no trimestre anterior. Na comparação com o mesmo período de 2019, a receita teve redução de 52,1%. A margem bruta atingiu 84,2% no terceiro trimestre, ante 93,1% um ano antes e 50,4% no segundo trimestre deste ano.

O número de usuários cadastrados cresceu 8,4% em 12 meses, para 17,9 milhões. O indicador ganhou força a partir de maio, com a retomada do setor aéreo.

As receitas de resgates de milhas apresentaram forte aumento neste trimestre, ante o anterior, uma diferença de 310,9%.

Ademais, as receitas de breakage (milhas não resgatadas e expiradas) permaneceram praticamente estáveis, variando menos 1,7%.

“O aumento expressivo das receitas no trimestre reflete a rápida recuperação do cenário operacional e a pequena redução nas receitas de milhas expiradas, a queda na taxa e breakagede 16,3% no 2T20 para 15,5% no 3T20”, informa a empresa.

A companhia informou ainda que fechou o trimestre com geração de caixa de R$ 219,5 milhões, uma queda de 54,9% na comparação anual. Esse é um número 33,2% inferior ao registrado no segundo trimestre, com R$ 328,8 milhões.

Os recebimentos do segundo trimestre refletem o faturamento de 45 dias anteriores ao início da pandemia e seus efeitos.

 Smiles encerrou o terceiro trimestre do ano com um saldo de caixa e equivalentes de caixa de R$ 111,7 milhões, o que representou uma queda de 61,2% em relação ao saldo do segundo trimestre. Na comparação com o terceiro trimestre de 2019, houve aumento de 432,3%.

O saldo de caixa é uma das preocupações de acionistas minoritários da companhia. Recentemente, um grupo de acionistas da Smiles deu início a um procedimento arbitral contra a Gol, alegando que a controladora da Smiles abusou de seu poder ao fechar operações de vendas antecipadas de passagem na pandemia. Os minoritários querem a devolução dos valores envolvidos, cerca de R$ 1,6 bilhão, para o caixa da empresa de milhagens.

Setor afetado e retomada

“Poucos setores na economia foram tão afetados pela pandemia do que o de viagens e turismo”, diz a Smiles. “O necessário isolamento fechou fronteiras, adiou planos de férias e impediu a mobilidade que caracteriza a economia globalizada”, lembra.

A gravidade desse cenário levou a Smiles a “se adequar de forma ágil e a reforçar sua estratégia de negócios”.

“Graças a isso, terminamos o segundo trimestre com expressiva evolução dos resultados financeiros e operacionais. Essa evolução foi plenamente confirmada neste terceiro trimestre”, conclui.

Durante o Clube Smiles Day, data promocional da empresa, o número de emissões foi mais de 15 vezes superior ao registrado no início de abril. Em cinco dias, foram emitidas mais de 74 mil passagens da Gol.

O presidente da Smiles destacou um aumento na procura por passagens aéreas principalmente para o período de janeiro e fevereiro de 2021. O maior interesse dos clientes da Smiles é por praias do Nordeste e do Sudeste.

“Em outubro, continuo vendo sinais fortes de recuperação, principalmente na emissão de passagens. Tudo indica que vamos ter um quarto trimestre com tendência de recuperação em relação ao terceiro trimestre”, afirmou o executivo da Smiles.

Teleconferência

O presidente da Smiles, André Fehlauer, durante teleconferência para analistas e investidores, disse que a empresa de fidelidade da Gol tem apresentado um ritmo de troca de milhas por passagens mais rápido do que o previsto em julho.

“Temos um saldo importante com a Gol. Mas em três meses desde o início do acordo estamos com um ritmo de troca por passagens Gol muito mais rápido do que o previsto inicialmente. Estamos capturando muito valor desse acordo com o acesso exclusivo a descontos nas tarifas”, afirmou Fehlauer.

André disse que o acordo garante à Smiles um percentual mínimo de passagens em tarifa promocional da Gol até 31 de junho de 2023.

Questionado sobre a possibilidade da Smiles distribuir ganhos de juros sobre capital próprio — considerando a perspectiva de geração de caixa mais forte daqui em diante — , Fehlauer disse que é cedo para falar sobre rendimentos.

“Ainda pairam muitas incertezas por causa dos efeitos da covid-19. Nosso foco por enquanto é entregar um bom resultado em 2020. As discussões sobre dividendos relativos ao ano de 2020 virão mais à frente”, afirmou.

VISÃO DO MERCADO

Ágora

Na visão da corretora, a Smiles está aumentando o engajamento de seus membros com o novo acordo operacional com a Gol e a rápida recuperação deve acelerar o acúmulo de caixa, o que poderia justificar um pagamento de dividendos mais alto em 2021.

A recomendação é neutra com preço-alvo de R$ 24,00…

Bradesco BBI

O Bradesco BBI classificou os resultados como melhores do que o esperado, ampliou a expectativa para o lucro Ebitda da empresa em 2021 em 67%, com base em um novo acordo operacional com a Gol, que prevê acesso a passagens promocionais e desconto adicional sobre o preço destes produtos. Mas manteve a avaliação como neutra devido à perspectiva de enfraquecimento do real e menor distribuição de dividendos.

Guide Investimentos

Segundo Luis Sales, o Impacto é Positivo. A recuperação dos números da Smiles nos fez alterar nossa recomendação de Neutra para Compra no meio desse mês. Com a divulgação do resultado, comprovamos nossa tese de melhora dos números e margens.

 

VISÃO TÉCNICA. Um oferecimento de YouTrade. Acesse: www.youtrade.pro.br


Gráficos GRATUITOS na br.advfn.com

Peça uma análise do seu portfolio de investimentos e ações. Clique e fale com o especialista.FaleComEspecialista

Deixe um comentário