Destaques de Wall Street de terça-feira: CVS Health, DuPont, Pfizer, Under Armour e outros

LinkedIn
Esse é o Destaque Wall Street do dia 04 de maio de 2021, com tudo o que você precisa saber sobre as empresas negociadas nas bolsas americanas!

Principais assuntos do dia

Os futuros das ações dos EUA caíram na terça-feira após um forte início do mês de maio, alimentado por uma recuperação das ações vinculada à reabertura econômica devido às restrições relaxadas da Covid-19. A recuperação dessas ações ocorreu depois que o governador democrata de Nova York, Andrew Cuomo, anunciou que a maioria das restrições serão suspensas em todo o estado, bem como em Nova Jersey e Connecticut. O serviço de metrô de vinte e quatro horas deve ser retomado na cidade de Nova York no final deste mês.

A Pfizer disse na terça-feira, como parte de uma apresentação destacando seus ganhos e receitas melhores do que o esperado no primeiro trimestre, que planeja entrar com pedido no final deste mês para aprovação total dos EUA de sua vacina Covid-19, que foi desenvolvida em uma aliança com a farmacêutica alemã BioNTech. Se o FDA aprovar, as empresas poderão comercializar o regime de duas doses diretamente aos consumidores. As ações da Pfizer subiram 1,5% no pré-mercado. As ações da BioNTech saltaram quase 2%. O New York Times, citando autoridades federais, relatou na segunda-feira que o FDA está definido para alterar até o início da próxima semana sua autorização de uso de emergência existente para a vacina Pfizer para incluir adolescentes com idades entre 12-15. A vacina já foi liberada para pessoas com 16 anos ou mais.

As restrições do governo Biden às viagens da Índia entram em vigor na terça-feira, com o aumento devastador de casos de coronavírus na Índia levando o total de infecções a ultrapassar 20 milhões. No período de 24 horas mais recente, a Índia relatou 357.229 novos casos após estabelecer uma contagem diária recorde de novas infecções de 401.993 no fim de semana. A ordem de viagem assinada na semana passada pelo presidente Joe Biden impede a entrada nos Estados Unidos da maioria dos estrangeiros que estiveram na Índia nos últimos 14 dias.

A Epic Games argumentou no dia 1 em um julgamento federal sobre as regras da App Store da Apple, que a tecnologia bloqueia propositalmente seus clientes. A Epic, a empresa por trás do Fortnite, quer forçar a Apple a permitir que o fabricante do videogame use seu próprio processador de pagamento e contornar a taxa de 30% habitual da Apple em transações no aplicativo. O Fortnite foi retirado da App Store no ano passado depois de introduzir um mecanismo de pagamento direto. A Apple argumentou que construiu a loja digital e estabelece as regras, que, segundo ela, são projetadas para garantir que os aplicativos sejam de alta qualidade e seguros. O julgamento deve durar três semanas.

Bill Gates, co-fundador da Microsoft, e sua esposa, Melinda French Gates, disseram no Twitter que se separarão após 27 anos. Os dois também disseram na segunda-feira que continuarão trabalhando juntos em esforços filantrópicos, que abordam educação, igualdade de gênero e saúde. O relacionamento dos Gates passou por dificuldades nos últimos anos, e Bill Gates decidiu deixar o conselho da Microsoft e da Berkshire Hathaway, em parte, para poder passar mais tempo com sua família, segundo o The New York Times.

Destaques corporativos de Wall Street para hoje

CVS Health (CVS, CVSH34) – A empresa de drogarias e farmácias ganhou US$ 2,04 por ação no primeiro trimestre, acima da estimativa de consenso de US$ 1,72 por ação. A receita também ficou acima das previsões de Wall Street. A CVS registrou vendas mais altas em suas lojas, com o tráfego de clientes estimulado pelas visitas de vacinação da Covid-19. A CVS também elevou sua previsão para o ano inteiro, e suas ações subiram 3% no pré-mercado. Saiba Mais…

Pfizer (PFE, PFIZ34) – A farmacêutica superou as estimativas em 16 centavos de dólar por ação, com lucro trimestral de US$ 0,93 centavos por ação. A receita também ficou acima das previsões e a empresa aumentou sua projeção para o ano inteiro, uma vez que as vendas de sua vacina contra a Covid-19 continuam a ser mais fortes do que o esperado. Além disso, a Food and Drug Administration deve autorizar o uso da vacina em adolescentes de 12 a 15 anos, de acordo com autoridades federais familiarizadas com o plano que falaram ao The New York Times. As ações da Pfizer aumentaram 1,3% nas negociações de pré-mercado. Saiba Mais…

Under Armour (UAA,U1AI34) – As ações da fabricante de roupas esportivas subiram 2,8% no pré-mercado, depois de reportar lucro no primeiro trimestre de US$ 0,16 centavos por ação, bem acima dos 3 centavos por estimativa de consenso de ações. A receita também superou as previsões dos analistas e a Under Armour elevou sua previsão para o ano todo, com a reabertura dos mercados aumentando a demanda por calçados e roupas. Separadamente, a empresa concordou em pagar US$ 9 milhões para resolver uma investigação da Comissão de Valores Mobiliários sobre sua contabilidade. Saiba Mais…

DuPont (DD, DDNB34) – A fabricante de materiais industriais relatou lucro trimestral de US$ 0,91 centavos por ação, 15 centavos por ação acima das estimativas. A receita também superou as previsões dos analistas. A DuPont está vendo uma forte demanda por seus produtos de fabricantes de semicondutores, bem como do mercado automotivo, e a empresa aumentou sua previsão de lucro e receita para o ano inteiro. Saiba Mais…

Recomendações para Wall Street de terça-feira: Advance Auto Parts, US Steel, Quest Diagnostics, Teva e outras

XPO Logistics (XPO) – XPO relatou ganhos trimestrais de US$ 1,46 por ação, bem acima da estimativa de consenso de 97 centavos por ação. A receita da empresa de transporte também ficou acima das previsões de Wall Street, atingindo níveis recordes em nítido contraste com as tendências sazonais usuais. A XPO também aumentou sua previsão para o ano inteiro, mas suas ações perderam 1,2% na ação pré-mercado.

Avis Budget (CAR) – A Avis Budget perdeu US$ 0,46 centavos por ação no primeiro trimestre, menor do que a perda de US$ 2,16 por ação prevista pelos analistas. A receita da locadora de automóveis também superou as previsões de Wall Street em meio a um salto na demanda e preços mais sólidos para aluguel de carros. As ações caíram 1,4% na ação pré-mercado, apesar dos resultados otimistas.

Qiagen (QGEN) – A Qiagen relatou lucros e vendas melhores do que o esperado em seu último trimestre, uma vez que a empresa de testes genéticos viu uma demanda crescente por produtos que não sejam de coronavírus, bem como força em seu negócio de testes de Covid-19.

SmileDirectClub (SDC) – O SmileDirectClub disse que suas vendas no trimestre atual serão prejudicadas por um ataque cibernético em abril, que custou entre US$ 10 milhões e US$ 15 milhões. O fabricante de sistemas de alisamento de dentes disse que bloqueou com sucesso o ataque e restaurou seus sistemas ao normal. As ações perderam 9,2% no pré-mercado.

Domtar (UFS) – As ações da Domtar subiram 16,1% em ações pré-mercado após um relatório da Bloomberg que disse que a Paper Excellence do Canadá está explorando um acordo para comprar seu rival de papel e embalagens com sede nos Estados Unidos. Uma transação poderia avaliar a Domtar em torno de US$ 50 por ação, em comparação com o fechamento de segunda-feira de US$ 40,52 por ação.

Vaxart (VXRT) – A Vaxart cresceu 18,6% nas negociações de pré-mercado depois que relatou resultados positivos em um teste de fase 1 de sua vacina oral de Covid-19. Vaxart disse que a vacina pode ser tão eficaz quanto as vacinas injetáveis ​​desenvolvidas pela Pfizer e Moderna (MRNA).

iRobot (IRBT) – a iRobot ganhou US$ 0,41 centavos por ação durante o primeiro trimestre, em comparação com uma estimativa de consenso de 9 centavos por ação. A receita do fabricante do aspirador robótico Roomba também excedeu as estimativas, mas a ação caiu 8,6% no pré-mercado devido a preocupações com frete e custos de componentes.

(Com informações de CNBC)

⇒ Acompanha também todas as empresas do mercado brasileiro listadas nas bolsas americanas: Especial Arbitragem!

Wall Street ontem

Moeda

Hoje, 1 dólar vale R$ 5,47. Faça a conversão para qualquer moeda gratuitamente!

Deixe um comentário