Renova Energia: Conselho homologa aumento de capital de R$ 334 milhões

LinkedIn

O Conselho de Administração da Renova Energia aprovou a homologação parcial do aumento de seu capital social, dentro do Plano de Recuperação Judicial da companhia.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:RNEW11), nesta quinta-feira (06). Confira o documento na íntegra. 

O aumento de capital foi homologado com o valor de R$ 334.396.776,50, representado por 58.422.742 novas ações, sendo 19.502.468 ações ordinárias e 38.920.274 ações preferenciais.

Todos os créditos dos credores que se manifestaram durante a chamada “1ª Janela do Pedido de Conversão” foram capitalizados no aumento de capital, conforme solicitado pelos credores, informou a Renova

Assim, a dívida concursal da companhia foi reduzida em 12,6%, dando prosseguimento à consecução dos meios da sua recuperação judicial.

O capital social da Renova passa a ser de R$ 3.295.172.753,48, dividido em 100.142.466 ações, sendo 50.854.986 ordinárias e 49.287.480 preferenciais.

A Renova pretende divulgar os resultados do 1T21 no dia 14 de maio.

Lucro líquido de R$ 22,4 milhões em 2020, revertendo prejuízo de 2019

A Renova Energia, que está em recuperação judicial, registrou lucro líquido de R$ 22,4 milhões, revertendo prejuízo de R$ 1,014 bilhão de 2019.

A Renova explica que a melhora se deve ao resultado positivo de equivalência patrimonial e resultado financeiro positivo decorrente da reversão das despesas financeiras provisionadas de acordo o previsto em norma contábil entre o deferimento do pedido e a aprovação do plano de recuperação judicial.

Deixe um comentário