Tráfego de veículos nas rodovias da CCR cresce 40,7% na semana até 06 de maio

LinkedIn

A CCR divulgou seu boletim semanal de tráfego nas concessões rodoviárias que administra, além do braço de mobilidade urbana e aeroportos. Nas rodovias, o tráfego total cresceu 40,7% entre 30 de abril e 6 de maio, ante o mesmo intervalo do ano passado. Sem a concessionária ViaSul, que teve praças implementadas em fevereiro de 2020, houve aumento de 40,9%. Já no acumulado do ano até 6 de maio, a movimentação consolidada apresentou alta de 9,5% (consolidado) e de 8% (sem ViaSul).

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:CCRO3) nesta sexta-feira (07).

Entre 30 de abril e 6 de maio, o movimento consolidado de carros de passeio registrou um salto de 57,1% e, sem ViaSul, houve uma expansão de 60,1%. Já na categoria comercial, houve altas de 31,6% e 30,6%, respectivamente. No acumulado do ano, porém, foi apurada alta de 2,8% no segmento de veículos de passeio, e aumento de 2% sem ViaSul. Já os comerciais tiveram altas de 14,4% e 12,3%, respectivamente.

Nas concessões de mobilidade urbana, a CCR registrou salto de 111,7% no movimento entre 30 de abril e 6 de maio no comparativo anual, e queda de 32,3% no acumulado.

Nos aeroportos, o movimento registrou alta de 1.231,9% na semana, e declínio de 38,2% no ano.

A empresa pretende divulgar os resultados do 1T21 no dia 13 de maio.

Lucro líquido de R$ 191 milhões desaba 86,7% em 2020

O grupo CCR registrou lucro líquido de R$ 191 milhões em 2020, queda de 86,7% em relação ao ano de 2019.

No acumulado do ano, a receita líquida foi de R$ 8,941 bilhões, baixa de 5,8%.

No acumulado de todo 2020, o tráfego teve queda anual de 2,6% – taxa considerada razoável diante das fortes perdas registradas no auge da crise. No segundo trimestre do ano passado, o índice chegou a cair 18,2%.

Deixe um comentário