Energisa: Aneel aprova reajuste tarifário da Energisa Tocantins a ser aplicado a partir de 4 de julho

LinkedIn

A Energisa comunica que a Agência Nacional de Energia Elétrica, em reunião pública ordinária da diretoria ocorrida na data de hoje, aprovou o reajuste tarifário da Energisa Tocantins a ser aplicado a partir de 04 de julho de 2021.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:ENGI11), na terça-feira (29). Confira o documento na íntegra.

O processo de reajuste tarifário anual consiste no repasse aos consumidores dos custos não gerenciáveis da concessão (Parcela A – compra de energia, encargos setoriais e encargos de transmissão) e na atualização dos custos gerenciáveis (Parcela B – distribuição) pela variação do IPCA menos o Fator X, que repassa aos consumidores os ganhos de produtividade anuais da concessionária.

A variação nos custos da Parcela A foi de + 8,45%, totalizando R$ 771,5 milhões, impactada principalmente pelo acréscimo de 28,31% nos encargos setoriais em função do início do pagamento do empréstimo da Conta Covid.

O preço médio de repasse dos contratos de compra de energia (“PMix”) foi definido em R$ 213,10/MWh.

A variação da Parcela B foi de 7,50%, totalizando R$ 709,6 milhões, reflexo da inflação acumulada (IPCA) desde o último reajuste, de 8,28%, deduzida do Fator X, de – 0,62%.

Lucro líquido de R$ 873,3 milhões no 1T21, alta de 50,1%

Energisa, que controla distribuidoras de energia e tem negócios em transmissão e geração renovável, registrou lucro líquido de R$ 873,3 milhões no primeiro trimestre de 2021, com avanço de 50,1% em relação a igual período do ano anterior.

Além do aumento do Ebitda, o lucro líquido também foi elevado pelo efeito positivo de 251,1 milhões de reais referentes à Marcação a Mercado de Derivativos, sem efeito caixa.

receita líquida de R$ 3,6 bilhões representou um aumento de 16,6%, considerando o mesmo período de comparação.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado totalizou R$ 1,424 bilhão, crescimento de 53,3% no ano a ano.

Deixe um comentário