ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

TSMC registra queda nos lucros do segundo trimestre devido à redução na demanda por eletrônicos de consumo

LinkedIn

A maior empresa de fabricação de semicondutores, Taiwan Semiconductor Manufacturing (NYSE:TSM), anunciou na quinta-feira (20) uma diminuição nos lucros do segundo trimestre devido à contínua queda na demanda por eletrônicos de consumo.

A Taiwan Semiconductor Manufacturing também é negociada na B3 através do ticker (BOV:TSMC34).

A empresa registrou receita de 480,84 bilhões de novos dólares taiwaneses (US$ 15,68 bilhões), superando as expectativas de 478,83 bilhões de NT$. O lucro líquido foi de 181,8 bilhões de NT$, superando as expectativas de 172,55 bilhões de NT$.

Comparado ao ano anterior, a receita da TSMC teve uma queda de 10%, chegando a 480,84 bilhões de NT$, enquanto o lucro líquido diminuiu 23,3%, atingindo 181,8 bilhões de NT$. A empresa havia previsto anteriormente uma receita entre US$ 15,2 bilhões e US$ 16 bilhões para o segundo trimestre.

A TSMC atribuiu essa queda nos negócios aos desafios macroeconômicos e à redução na demanda do mercado final, resultando em ajustes contínuos nos estoques dos clientes. Essa é a primeira queda trimestral nos lucros líquidos da empresa desde o segundo trimestre de 2019.

Para o terceiro trimestre, a TSMC projetou uma receita entre US$ 16,7 bilhões e US$ 17,5 bilhões. O CFO da TSMC, Wendell Huang, afirmou que esperam que seus negócios sejam impulsionados pela expansão de suas tecnologias de 3 nanômetros, embora sejam parcialmente compensados pelos ajustes nos estoques dos clientes.

A TSMC é responsável pela fabricação dos chips utilizados nos iPhones da Apple (AAPL, AAPL34). Há rumores de que o próximo processador da Apple para o iPhone será baseado na tecnologia de processo de 3 nanômetros. Considerando que a Apple normalmente lança seu iPhone mais recente em setembro, é provável que encomendem chips da TSMC no terceiro trimestre.

O termo “nanômetro” refere-se ao tamanho de cada transistor individual em um chip. Quanto menor o transistor, mais deles podem ser colocados em um único semicondutor, o que geralmente resulta em chips mais poderosos e eficientes.

No entanto, o alerta constante da empresa sobre os “ajustes nos estoques” provavelmente continuará afetando a receita. Em maio, a Apple, o maior cliente da TSMC, relatou uma queda nas vendas pelo segundo trimestre consecutivo.

Segundo um relatório divulgado pela Canalys, provedor de insights de dados, o mercado global de smartphones teve uma queda de 11% no segundo trimestre em comparação com o ano anterior. No entanto, a Canalys mencionou que há indícios de uma recuperação no mercado de smartphones, destacando que o estoque está diminuindo à medida que os fabricantes priorizam a redução dos modelos antigos para dar espaço aos novos lançamentos.

Deixe um comentário