ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for tools Aumente o nível de sua negociação com nossas ferramentas poderosas e insights em tempo real, tudo em um só lugar.

TSMC considera expansão no Japão para produção de chips de 3nm

LinkedIn

A Taiwan Semiconductor Manufacturing Co. (NYSE:TSM) está atualmente explorando a possibilidade de construir uma terceira unidade fabril no Japão, focada na produção de chips altamente avançados de 3 nanômetros, de acordo com informações fornecidas por fontes com conhecimento sobre o assunto. Esta iniciativa, conhecida internamente como TSMC Fab-23 Fase 3, está planejada para ser localizada na província de Kumamoto, no sul do Japão, e marca um passo importante para transformar o país asiático em um polo global de fabricação de semicondutores.

A Taiwan Semiconductor Manufacturing Co. também é negociada na B3 através do ticker (BOV:TSMC34).

A TSMC, um dos principais fabricantes de chips preferidos por gigantes como Nvidia Corp. e Apple Inc., comunicou a seus parceiros da cadeia de suprimentos sobre a possível expansão. No entanto, a empresa ainda não divulgou publicamente informações detalhadas sobre o cronograma de construção da terceira fábrica.

O processo de fabricação de chips de 3 nanômetros representa a tecnologia mais avançada atualmente disponível no mercado, mas, quando a nova fábrica da TSMC estiver operacional, é provável que esteja algumas gerações à frente. Essa iniciativa é vista como uma conquista significativa para o Japão, que tem investido substancialmente em subsídios para atrair investimentos de empresas de semicondutores, tanto nacionais quanto estrangeiras, sob a administração do primeiro-ministro Fumio Kishida.

Além da TSMC, o governo japonês também tem atraído com êxito investimentos de outras empresas de semicondutores, como Micron Technology Inc., Samsung Electronics Co. e Powerchip Semiconductor Manufacturing Corp. Além disso, o Japão está apoiando startups, como a Rapidus Corp., na montagem de linhas de produção para chips de 2 nanômetros de última geração em Hokkaido.

É notável que o Japão tenha agido rapidamente na construção de um ecossistema doméstico de semicondutores, em comparação com Washington, que também está buscando construir capacidades internas por razões econômicas e de segurança nacional. Enquanto o governo japonês distribuiu subsídios generosos às empresas do setor, a administração Biden ainda não concedeu financiamento significativo às empresas beneficiárias da Lei de Chips e Ciência, que alocou mais de US$ 50 bilhões para a indústria de semicondutores.

A construção de uma fábrica de 3 nanômetros pode envolver um investimento de cerca de US$ 20 bilhões, incluindo despesas com máquinas de produção, embora os detalhes precisos dependam de vários fatores, como o momento da construção e a aquisição de terrenos e materiais. A TSMC ainda não divulgou o montante exato que planeja investir na terceira fábrica, mas é conhecido que o Japão tradicionalmente cobre cerca de 50% dos custos dessas instalações.

A TSMC emitiu um comunicado afirmando que está investindo de acordo com as necessidades de seus clientes, mas, no momento, está focada na avaliação da possibilidade de construir uma segunda fábrica no Japão, sem divulgar mais detalhes.

Embora atualmente poucas empresas japonesas necessitem de chips altamente avançados, eles serão essenciais para tecnologias de próxima geração, como inteligência artificial e condução autônoma. Dependendo exclusivamente de importações estrangeiras para esses componentes críticos poderia expor a economia japonesa a riscos significativos, argumentam as autoridades locais.

A TSMC já está em processo de construção de uma fábrica na província de Kumamoto, em parceria com o Sony Group Corp. e a Denso Corp., que está programada para iniciar a produção de chips de 12 nanômetros no final de 2024. Além disso, a empresa planeja construir uma segunda fábrica próxima à primeira, começando com a fabricação de chips de 5 nanômetros em 2025, de acordo com fontes.

A estratégia inicial da TSMC para estabelecer uma presença industrial no Japão incluiu várias fábricas para otimizar o uso das instalações auxiliares planejadas para o campus em Kumamoto. Além disso, a empresa taiwanesa pode até considerar a construção de uma quarta fábrica, possivelmente localizada em uma província ao norte de Kumamoto, devido à escassez de terrenos disponíveis.

A experiência do Japão em materiais e equipamentos para semicondutores torna o país um destino atrativo para a expansão da TSMC, beneficiando ambas as partes. Espera-se que a região de Kyushu, que inclui Kumamoto, veja um significativo aumento no PIB, passando de 50 trilhões de ienes para 75 trilhões de ienes em 2035, graças a essa parceria.

Além do Japão, a TSMC também se comprometeu a construir duas fábricas nos Estados Unidos e uma na Alemanha, visando diversificar seus suprimentos em meio às crescentes incertezas no Estreito de Taiwan. Esta expansão estratégica destaca a importância do mercado de semicondutores e sua influência global.

Gratuito - Quero ver a lista de criptomoedas - clique no banner

Deixe um comentário

Seu Histórico Recente

Delayed Upgrade Clock