Comércio Varejista Brasileiro em 2019

O volume de vendas acumulado em 2019 no comércio varejista brasileiro (entre janeiro e julho) cresceu 1,2% frente a igual período do ano anterior. Quanto ao comércio varejista ampliado, que inclui além do varejo as atividades de Veículos, motos, partes e peças e de Material de construção, a taxa acumulada para os primeiros sete meses do ano ficou em 3,8%.

 

Volume de Vendas no Varejo Brasileiro

Mês Variação Anual (%) Variação Mensal (%) Acumulado Ano (%) Acumulado 12 Meses (%)
Jan 0,5 1,9 1,9  2,2
Fev  -0,1  4,0  2,9  2,4
Mar 0,1 -4,4 0,3 1,3
Abr -0,4 1,8 0,7 1,4
Mai 0,1 1,0 0,7 1,3
Jun 0,5  0,1  0,6  1,2
Jul  1,0  4,3  1,2  1,6

 

Pesquisa Mensal de Comércio

De periodicidade mensal e realizada em todos os estados brasileiros, a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) produz indicadores que permitem acompanhar o comportamento conjuntural do comércio varejista no país, investigando todos os detalhes sobre as vendas geradas pelas empresas do setor, com vinte ou mais trabalhadores assalariados.

A pesquisa foi iniciada em janeiro de 1995, apenas na região metropolitana do Rio de Janeiro, produzindo indicadores sobre o valor de faturamento real e nominal, o número de pessoas ocupadas e o valor de salários e outras remunerações. A partir de 1997, a pesquisa foi expandida para as regiões metropolitanas de Recife e Salvador. A versão da pesquisa com abrangência nacional teve início no ano 2000, produzindo indicadores sobre o volume de vendas e o valor de receita nominal, desagregados em cinco grupos de atividades, para o Brasil e os estados do Ceará, Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás e Distrito Federal. Para as demais unidades da federação, são divulgados indicadores sobre o comércio varejista sem desagregação.

A partir de janeiro de 2004, o IBGE expandiu o número de grupos de atividades avaliadas, dando início, também, à série de índices do Comércio Varejista Ampliado, que agrega, aos índices do varejo, as atividades Veículos, Motocicletas, Partes e Peças e Material de Construção, pertencentes ao ramo atacadista. A partir de 2005, iniciou-se o cálculo dos indicadores de receita nominal e de volume de vendas ajustados sazonalmente.

 

Últimas Notícias

Confira os Indicadores Econômicos desta terça-feira (17/11/2020)

©
BRASIL O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) desacelerou na passagem da primeira para a segunda...
 

Banco Central aponta que inflação acumulada no ano foi maior para baixa renda

O Banco Central apontou nesta quinta-feira que a inflação acumulada no ano foi maior para as famílias com...
 

Inflação avança mais do que o previsto no México e no Brasil diante da forte alta dos preços dos alimentos

A inflação avançou mais do que o previsto no México e no Brasil diante da forte alta dos preços dos...
 

IAEmp e ICD: resultado de outubro confirma o cenário de recuperação do mercado de trabalho

Indicador Antecedente de Emprego O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) da Fundação Getulio Vargas...
 

Comércio Varejista Brasileiro em Janeiro de 2019

O volume de vendas no varejo, em janeiro de 2019, voltou a mostrar um quadro de maior ritmo, expresso não só pelo avanço de 0,4% frente ao mês imediatamente anterior, mas também pelo perfil disseminado de taxas positivas entre as atividades investigadas. Ainda assim, o total do comércio varejista encontra-se 6,6% abaixo do nível recorde alcançado em outubro de 2014. No confronto com janeiro de 2018, na série sem ajuste sazonal, o comércio varejista mostrou aumento de 1,9% e no varejista ampliado a taxa foi de 3,5%. No entanto, análise do indicador de tendência, o indicador acumulado em doze meses, o volume de vendas fica praticamente estável para o varejo e mostra ligeira perda de ritmo no varejo ampliado. Entre as atividades, a perda de ritmo nas vendas com a entrada do mês de janeiro ocorreu em todos os setores, exceto no setor de Combustíveis e lubrificantes, que reduz o ritmo de queda no indicador acumulado em doze meses (de -4,9% até dezembro/18 para -4,5% até janeiro de 2019).

PMC JAN 2019 x DEZ 2018 JAN 2019 x JAN 2018
Volume de Vendas no Mercado Varejista 0,4%  1,9% 
Volume de Vendas no Mercado Varejista Ampliado 1,0%  3,5% 
Receita Nominal das Vendas no Mercado Varejista 0,8%  4,8% 
Receita Nominal das Vendas no Mercado Varejista Ampliado 1,4%  5,8% 

 

Comércio Varejista Brasileiro em Fevereiro de 2019

O volume de vendas no varejo, em fevereiro de 2019, voltou a mostrar um quadro de menor ritmo, expresso pela estabilidade do patamar de vendas de fevereiro de 2019 frente ao mês imediatamente anterior, com desaceleração do índice de média móvel trimestral que sai de um avanço de 0,5% em janeiro para recuo 0,6% em fevereiro. Com isso, o total do comércio varejista encontra-se 6,6% abaixo do nível recorde alcançado em outubro de 2014. No confronto com fevereiro de 2019, na série sem ajuste sazonal, o comércio varejista avançou 3,9% influenciado pelo efeito calendário, reflexo do deslocamento do feriado móvel do Carnaval. Ainda na comparação com o ano de 2018, a manutenção de taxas positivas observadas em 2019 para a maior parte das atividades do comércio propiciou um ganho de ritmo no volume de vendas nos primeiros dois primeiros meses do ano (2,8%) em relação ao último bimestre de 2018 (2,4%), ambas comparações contra igual período do ano anterior. A análise bimestral mostrou, para o primeiro bimestre de 2019, taxa de crescimento mais elevada para o varejo desde o segundo bimestre de 2018 (4,3%).  

PMC FEV 2019 x JAN 2019 FEV 2019 x FEV 2018
Volume de Vendas no Mercado Varejista 0,0%  3,9% 
Volume de Vendas no Mercado Varejista Ampliado -0,8%  7,7% 
Receita Nominal das Vendas no Mercado Varejista 0,3%  7,5% 
Receita Nominal das Vendas no Mercado Varejista Ampliado -0,5%  10,4% 

 

Comércio Varejista Brasileiro em Março de 2019

Em síntese, o volume de vendas do varejo nacional, em março de 2019, voltou a sinalizar variação positiva, expressa pelo acréscimo de 0,3% na comparação com fevereiro de 2019, após estabilidade observada no mês anterior, com predomínio de resultados negativos entre as atividades. No confronto com igual mês do ano anterior, em março de 2019, o varejo nacional mostrou recuo de 4,5%, interrompendo sete meses consecutivos de taxas positivas e registrando a variação mais acentuada desde dezembro de 2016 (-4,9%). Esse resultado foi parcialmente influenciado pelo efeito calendário. Ainda na comparação com igual período do ano anterior, com o desempenho positivo de fevereiro (4,0%) e negativo em março (-4,5%), os sinais de redução de ritmo ficam evidenciados na análise do primeiro trimestre de 2019, quando o varejo, ao avançar 0,3%, registrou comportamento positivo pelo oitavo trimestre seguido mas sinalizou clara perda de ritmo em relação aos trimestres do ano de 2018: janeiro-março (4,3%), abril-junho (1,6%), julho setembro (1,1%) e outubro-dezembro (2,2%).

PMC MAR 2019 x FEV 2019 MAR 2019 x MAR 2018
Volume de Vendas no Mercado Varejista 0,3%  -4,5% 
Volume de Vendas no Mercado Varejista Ampliado 1,1%  -3,4% 
Receita Nominal das Vendas no Mercado Varejista 0,8%  0,2% 
Receita Nominal das Vendas no Mercado Varejista Ampliado 1,6%  0,3% 

 

Comércio Varejista Brasileiro em Abril de 2019

O volume de vendas no varejo, em abril de 2019, voltou a mostrar um quadro de menor ritmo, expresso não só pelo recuo de 0,6% frente ao mês imediatamente anterior, mas também pelo perfil disseminado de taxas negativas entre as atividades investigadas. Assim, o total do comércio varejista encontra-se 7,3% abaixo do nível recorde alcançado em outubro de 2014. No confronto com abril de 2018, na série sem ajuste sazonal, o comércio varejista avançou 1,7%. Com isso, no fechamento dos quatro primeiros meses do ano, o varejo assinalou variação de 0,6%, frente a igual período de 2018. Em bases quadrimestrais, o setor comercial, ao avançar 0,6% nos primeiros quatro meses do ano, registrou o sexto quadrimestre positivo consecutivo, porém sinalizando clara perda de ritmo comparado aos demais, todas as comparações contra igual período do ano anterior.

PMC ABR 2019 x MAR 2019 MAR 2019 x MAR 2018
Volume de Vendas no Mercado Varejista -0,6%  1,7% 
Volume de Vendas no Mercado Varejista Ampliado 0,0%  3,1% 
Receita Nominal das Vendas no Mercado Varejista -0,3%  7,1% 
Receita Nominal das Vendas no Mercado Varejista Ampliado -0,1%  7,4% 

 

Comércio Varejista Brasileiro em Maio de 2019

O volume de vendas no varejo, em maio de 2019, ficou praticamente estável (-0,1%) frente ao mês imediatamente anterior, na série com ajuste sazonal. Assim, o total do comércio varejista encontra-se 7,0% abaixo do nível recorde alcançado em outubro de 2014. No confronto com maio de 2018, na série sem ajuste sazonal, o comércio varejista avançou 1,0%. A análise pelo indicador semestral evidencia perda de ritmo de 2017 para 2019, com as vendas do varejo saindo de 1,7% no segundo semestre de 2018 para 0,7% no acumulado para os cinco primeiros meses de 2019, ambos contra iguais períodos do ano anterior. Com isso, indicador de tendência, acumulado nos últimos doze meses permaneceu estável pelo terceiro mês consecutivo.

PMC MAI 2019 x ABR 2019 MAI 2019 x MAI 2018
Volume de Vendas no Mercado Varejista -0,1%  1,0% 
Volume de Vendas no Mercado Varejista Ampliado 0,2%  6,4% 
Receita Nominal das Vendas no Mercado Varejista 0,8%  5,8% 
Receita Nominal das Vendas no Mercado Varejista Ampliado 0,9%  10,0% 

 

Comércio Varejista Brasileiro em Junho de 2019

O volume nacional de vendas no varejo, em junho de 2019, prossegue mostrando estabilidade pelo segundo mês seguido na comparação com o mês imediatamente anterior, na série livre de sazonalidade. Com esses resultados, o varejo encontra-se 6,9% abaixo do nível recorde alcançado em outubro de 2014. Ainda na série com ajuste sazonal, o índice de média móvel trimestral também permaneceu estável pelo terceiro trimestre consecutivo. No confronto com igual mês do ano anterior, o varejo, em junho de 2019, volta a mostrar recuo, após assinalar expansão no mês anterior. No resultado desse mês, observa-se predomínio de taxas negativas entre as atividades investigadas. Vale destacar que, além do menor ritmo do varejo, também se verifica a influência negativa vinda do efeito-calendário, já que junho de 2019 teve dois dias úteis a menos do que igual mês do ano anterior. Com a entrada do recuo observado em junho de 2019, o índice acumulado de janeiro a junho, ao avançar 0,6%, intensificou a perda de ritmo frente ao observado no primeiro (2,9%) e no segundo semestres de 2018 (1,7%), todas as comparações contra iguais períodos do ano anterior. Por fim, a desaceleração das vendas no varejo também pode ser observada na evolução do indicador acumulado nos últimos doze meses, que registrou avanço de 1,1% em junho, após crescimento de 1,3% em maio e 1,4% em abril.

PMC JUN 2019 x MAI 2019 JUN 2019 x JUN 2018
Volume de Vendas no Mercado Varejista 0,1%  -0,3% 
Volume de Vendas no Mercado Varejista Ampliado 0,0%  1,7% 
Receita Nominal das Vendas no Mercado Varejista -0,3%  2,3% 
Receita Nominal das Vendas no Mercado Varejista Ampliado 0,2%  3,8% 

 

Comércio Varejista Brasileiro em Julho de 2019

O volume as vendas nacionais no varejo, em julho de 2019, mostram um quadro de maior ritmo, expresso, pelo avanço de 1,0% frente ao mês imediatamente anterior, na série com ajuste sazonal. Com esse resultado, o setor varejista recupera o patamar de vendas próximo a junho de 2015, mas ainda se encontra 5,3% abaixo do nível recorde alcançado em outubro de 2014. O aumento de ritmo no varejo também fica evidente no confronto com igual mês do ano anterior, ao registrar crescimento de 4,3%. No resultado de julho de 2019, vale destacar a influência positiva do efeito calendário, na medida em que julho de 2019 teve um dia útil a mais que igual mês do ano anterior. O ganho de ritmo no início do segundo semestre de 2019 fica evidente quando comparamos resultado de julho de 2019 (4,3%) frente ao acumulado de janeiro a junho 2019 (0,6%), ambas as comparações contra iguais períodos do ano anterior. Esse ganho de ritmo de vendas com a entrada do mês julho foi observado para todas as atividades do varejo e do varejo ampliado.

PMC JUL 2019 x JUN 2019 JUL 2019 x JUL 2018
Volume de Vendas no Mercado Varejista 1,0%  4,3% 
Volume de Vendas no Mercado Varejista Ampliado 0,7%  7,6% 
Receita Nominal das Vendas no Mercado Varejista 1,0%  6,7% 
Receita Nominal das Vendas no Mercado Varejista Ampliado 0,3%  9,5% 

 

Seu Histórico Recente
BOV
VALE5
Vale PNA
BOV
IBOV
iBovespa
BOV
PETR4
Petrobras
BOV
IGBR3
IGB SA
FX
USDBRL
Dólar EUA ..
Ações já vistas aparecerão nesta caixa, facilitando a volta para cotações pesquisadas anteriormente.

Registre-se agora para criar sua própria lista de ações customizada.

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

P: V:br D:20201205 22:36:01