Conselho de administração da Gerdau define novas responsabilidades e alçadas para diretoria da empresa

LinkedIn

O conselho de administração da Gerdau aprovou, em reunião realizada em 8 de dezembro, alterações no estatuto social da empresa, com o objetivo de separar e definir claramente as funções, papéis e responsabilidades dos administradores da companhia.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:GGBR3) (BOV:GGBR4) na manhã desta quinta-feira (10), antes do pregão.

Também foram definidos limites da diretoria para a prática e contratação de operações financeiras como empréstimos, financiamentos, cessão de direitos creditórios, operações de derivativos, concessão de crédito a clientes e doações, entre outras operações.

Nesta semana, o Conselho de administração da Gerdau deliberou sobre o pagamento de Juros sobre o Capital Próprio relativos ao exercício social de 2020. Os acionistas da Gerdau receberão R$ 0,17 por ação e R$ 0,1445 retendo os 15% na fonte.

→ A empresa de papel e celulose possui R$ 40,4 bilhões de valor de mercado. Confira a Análise completa da empresa com informações exclusivas.

Lucro líquido de R$ 795 milhões no 3T20

lucro líquido da Gerdau cresceu 175% no terceiro trimestre, para R$ 795 milhões, comparado a R$ 289 milhões no mesmo período do ano anterior. Segundo a companhia, o bom desempenho pode ser explicado pela depreciação do real de 36% nos últimos doze meses, “com impacto positivo especialmente pela conversão das receitas das nossas operações na América do Norte”.

s preços do aço no Brasil ainda estão defasados em relação aos níveis do ano passado e aos praticados no mercado internacional, afirmou nesta quarta-feira o presidente da Gerdau, Gustavo Werneck.

O executivo afirmou durante teleconferência com jornalistas que a companhia segue “muito confiante” sobre a retomada da demanda por aços longos no Brasil. Segundo ele, isso é resultado da atividade intensa na construção civil residencial e também por compras no varejo motivadas por reformas, por exemplo, além de alguns projetos de infraestrutura.

Deixe um comentário