Fechamento Ibovespa: Bolsa termina em alta de 1,54% + todos os destaques de hoje (07/07/2021)

LinkedIn

A Bolsa de valores de São Paulo (B3) encerrou o dia em alta de 1,54%  aos 127.018,71 pontos, na mínima o Ibovespa ficou em 125.096,34 e na máxima 127.248,96 pontos. O volume financeiro somou R$ 28,5 bilhões.

O Ibovespa fechou em alta depois de três dias consecutivos de perdas. O dia foi pautado pela divulgação da ata da última reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), que impulsionou o mercado doméstico e internacional no fim da tarde.

O documento mostrou que os membros do Federal Reserve não planejam reduzir as compras de ativos no curto prazo, reforçando a leitura de manutenção da atual política monetária com estímulos à economia norte-americana. Após a divulgação, Wall Street reagiu com cautela, mas os principais índices ainda fecharam o dia em alta.

“Enquanto os juros americanos estiverem em patamares reduzidos, pelo diferencial de juros, investidores estrangeiros veem maior vantagem em aplicar em mercados mais arriscados, caso do Brasil. Portanto, a postura apresentada na minuta é positiva para a bolsa brasileira”, afirma Paula Zogbi, analista da Rico Investimentos.

O dólar manteve a tendência altista dos últimos dias e encerrou esta quarta-feira subindo 0,59%, negociado a R$ 5,2393 na venda.

➡️ Veja o fechamento desta quarta-feira:

🇧🇷 IBOV: +1,54% / 127.018 pts
🏢 IFIX: +0,03% / 2.762 pts
💵 Dólar: +0,59% / R$ 5,2393
💶 Euro: +0,32% / R$ 6,1786
💰Bitcoin: +3,49% / R$ 181.074

🇺🇸 Nova York
Dow Jones: +0,30% / 34.681 pts
S&P 500: +0,34% / 4.358 pts
Nasdaq: +0,01% / 14.665 pts

Acompanhe as altas e baixas da bolsa nos últimos dias:

Data Variação Pontuação Volume Financeiro
01/07/2021 -0,90%  125.666,19 R$ 31,8 bilhões
02/07/2021  1,56%  127.621,65 R$ 30,2 bilhõe
05/07/2021 -0,55%   126.920,05  R$ 17,2 bilhões
06/07/2021 -1,44% 125,094,88  R$ 24,0 bilhões
07/07/2021  1,54%, 127.018,71 R$ 28,5 bilhões

DESTAQUES DO IBOVESPA – (pregão à vista)

  • ALTAS IBOVESPA

LCAM3: +5,46% a R$ 28,80
RENT3: +5,42% a R$ 66,35
RADL3: +5,07% a R$ 25,90
RAIL3: +4,70% a R$ 20,27
MGLU3: +4,46% a R$ 22,01

BAIXAS IBOVESPA

PRIO3: -1,98% a R$ 19,84
CVCB3: -0,95% a R$ 26,04
PCAR3: -0,40% a R$ 37,33
BRKM5: -0,32% a R$ 58,83
BIDI11: -0,27% a R$ 77,27

Confira o ranking completo de todos os papéis negociados na B3.

Confira os destaques corporativos de hoje:

Ambipar (AMBP3)

A Ambipar anunciou uma nova aquisição: a companhia informou na noite da véspera que comprou integralmente a Swat Consulting Inc., por meio de sua controlada indireta Ambipar Holding USA. A empresa faturou US$ 7,5 milhões em 2020. Saiba mais…

Bradesco (BBDC3/BBDC4)

O Bradesco firmou o compromisso de descarbonizar suas carteiras de crédito e investimentos até 2050, ou antes, de acordo com as metas do Acordo de Paris sobre o Clima. Saiba mais…

BRF (BRFS3)

A companhia de alimentos BRF anunciou o investimento de US$ 2,5 milhões na startup israelense Aleph Farms, e quer produzir carne cultivada a partir de células bovinas não geneticamente modificadas em 2024, disse à Reuters um executivo da empresa. Saiba mais…

EDP (ENBR3)

A portuguesa EDP disse que a sua sede havia sido revistada no âmbito de uma investigação sobre alegação de fraude fiscal relacionada com a venda de seis barragens à empresa francesa Engie. Saiba mais…

Even (EVEN3)

A agência de classificação de risco Standard and Poor’s Global Ratings (S&P), uma das maiores do mundo, elevou o rating da Even Construtora e Incorporadora na Escala Nacional Brasil de brAA para brAA+, com perspectiva ‘positiva’. Saiba mais…

Hapvida (HAPV3)

A Hapvida anunciou acordos para duas aquisições nas regiões Sudeste e Nordeste do Brasil no total de R$ 475 milhões, seguindo sua estratégia de expansão e consolidação nacional e aumento da verticalização. Saiba mais…

IRB Brasil (IRBR3)

O Conselho de Administração do IRB aprovou a convocação da Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para o próximo dia 28 de julho. Saiba mais…

Inepar (INEP4)

A Inepar informou que o presidente do Conselho de Administração e diretor presidente da companhia Atilano de Oms Sobrinho renunciou aos cargos. Saiba mais…

Linx (LINX3)

A Linx antecipou o cronograma para pagamento do valor final da parcela caixa ajustada aos acionistas para 7 de julho. A data prevista anteriormente era 16 de julho. A Stone realizará o pagamento do valor de resgate de ações preferenciais classe A da companhia a acionistas da Linx posicionados em 25 de junho. Saiba mais…

Mater Dei (MATD3)

O Hospital Mater Dei anunciou a aquisição do Grupo Porto Dias. O Conselho de Administração da companhia aprovou a celebração do contrato por meio do qual a companhia passará a ser titular de ações representativas de 70% do capital social do grupo Porto Dias. Saiba mais…

Méliuz (CASH3)

A Méliuz espera precificar em 15 de julho uma oferta bilionária de ações, com esforços restritos, segundo fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Saiba mais…

Minerva (BEEF3)

Minerva precifica em US$ 400 milhões reabertura de bonds de dez anos, à taxa de 4,375%. Saiba mais…

Oi (OIBR3/OIBR4)

A sessão desta quarta-feira marca o leilão da InfraCo da Oi, o último dos grandes ativos colocados à venda pela companhia. Apenas uma proposta – a dos fundos do BTG Pactual em conjunto com a Globenet Cabos Submarinos – teria sido apresentada.

Petrobras (PETR3/PETR4)

Petrobras eleva em 7% preços do gás natural para distribuidoras a partir de 1º/8. Saiba mais…

Tegma (TGMA3) e JSL (JSLG3)

Segundo a agência de classificação de risco Fitch, uma das maiores do mundo, uma potencial aquisição da Tegma seria benéfica para a companhia e neutra para a JSL, sua compradora. Saiba mais…

Tupy (TUPY3)

A Tupy comunica acordo de colaboração com a Westport Fuel Systems, líder global em combustíveis alternativos e tecnologias de transporte de baixa emissão, e com a AVL List GmbH, maior empresa independente do mundo para desenvolvimento, simulação e testes na indústria automotiva, para o desenvolvimento de um motor de combustão interna (ICE, na sigla em inglês – Internal Combustion Engine) de alta eficiência, movido a hidrogênio (H2) e destinado ao transporte de cargas. Saiba mais…

Vale (VALE3)

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais aprovou, em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição (PEC) Estadual 68/21, autorizando a transferência direta de R$ 1,5 bilhão aos municípios. Saiba mais…

Outras notícias e comunicados

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aceitou proposta de acordo da SPE STX 32 Desenvolvimento Imobiliário e do presidente da empresa, Marcelo Paes Fernandez Conde, mediante pagamento total de R$ 560 mil para encerrar o processo sancionador. Saiba mais…

O presidente do STF, Luiz Fux, prorrogou por mais 90 dias a tarifa temporária de R$ 4 atualmente praticada pela Linha Amarela (Lamsa) na via expressa que liga as zonas norte e oeste do Rio de Janeiro.

Petrobras (PETR3/PETR4) recebeu indicação de candidatos para o Conselho de Administração (CA), caso adotado o procedimento de voto múltiplo, cuja eleição ocorrerá na próxima Assembleia Geral Extraordinária, a ser oportunamente convocada. Veja o comunicado.

Associação Internacional de Transportes Aéreos (Iata) informou que a demanda global de passageiros em maio foi 62,7% menor do que a registrada no mesmo mês de 2019, antes da crise provocada pela covid-19. Saiba mais…

(Com informações do Forbes Money e Momento B3)

Comentários

  1. Luiz Pereira Carlos diz:

    PEDÁGIO EM AVENIDA – Ao contrário do que pensam os PEDÁGIOS DA LINHA AMARELA & TRANSOLIMPICA é CRIME FEDERAL praticado por vereadores e prefeito, em parceria com autoridades do Município e do Estado e do poder judiciario.

    O Prefeito CESAR MAIA juntos OAS-LAMSA-INVEPAR formou-se uma ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA junto ao poder publico, SEM LICENÇA DA ANTT e sem o ATESTADO DE CAPACIDADE TÉCINIA exigido nas licitações para concessões de direito publico, que a LAMSA nunca participou, operam na clandestinidade cobrando pedágio, fazendo uso de recibos falsos, simulando Autoestrada numa AVENIDA, Houve Fraude a Licitação de bens públicos inalienáveis. Artigos 42 e 43 da Lei 8.987/95: Art. 43. Ficam extintas todas as concessões de serviços públicos outorgadas sem licitação na vigência da Constituição de 1988. (Vide Lei nº 9.074/95)

    1 – Avenidas e Vias urbanas Municipais são BENS PÚBLICOS DE USO COMUM DO POVO INALIENÁVEIS. LOM-RJ Art. 228 e 231: Ruas, Avenidas e unidades de conservação são patrimônio público inalienável, Proibida concessão ou cessão, bem como qualquer atividade ou empreendimento público ou privado que danifique ou altere suas características originais, de Avenida para Autoestrada ou para Via Expressa. Código Civil – Art. 99, I, CC.

    2 – ESBULHO Lei No. 13.105/15 – Se o executivo Municipal propõe uma licitação, para concessão que se sabe forjada para exploração pela iniciativa privada do “bem público inalienável” na realidade o executivo Municipal consentiu o “crime de esbulho” da coisa pública com claro objetivo de obter vantagens indevidas, assim o bem deve ser repatriado, aos legítimos donos, o contribuinte, o povo.

    3 – Havendo o esbulho nesses termos, há os CRIMES DE IMPROBIDADE, PREVARICAÇÃO, PECULATO, FORMAÇÃO DE QUADRILHA. Esbulho conforme a Lei No. 13.105/15: É a retirada forçada do bem de seu legítimo possuidor (o povo), que pode se dar violenta ou clandestinamente. Neste caso, o possuidor (povo) esbulhado tem o direito de ter a posse de seu bem restituído utilizando-se, para tanto, de sua própria força, desde que os atos de defesa não transcendam o indispensável. Ou seja, passar sem pagar pedágio na Linha Amarela, AVENIDA do povo não é crime.

    4 – O CRIME PERMANENTE CONTINUADO desde 1997, com uso de recibos falsos, extorsão mediante ameaça e coação ao contribuinte pela obrigação de pagar, sob pena de perda de pontos na CNH. No crime continuado, há diversas condutas que, separadas, constituem crimes autônomos, mas que são reunidas por uma ficção jurídica dentro dos parâmetros do art. 71 do Código Penal… No crime permanente há apenas uma conduta, que se prolonga no tempo. Exemplo: Sequestros de pessoas, cárcere privado, ou esbulho permanente de bens públicos.

    5 – DETRAN-RJ não deveria acatar multas de pedágio em AVENIDA, tipo LINHA AMARELA e TRANSOLIMPICA, não há licença da ANTT, não há previsão no CBT nem condições especiais para pedágio em AVENIDA. CNT/DOU-S1/RES No. 561/15 Vol.II Art. 24. Ou seja, se o usuário da AVENIDA passar sem pagar jamais receberia uma multa do DETRAN.

    6 – PRINCÍPIO DE ISONOMIA – Na Linha Amarela apenas 20% dos usuários que acessa a AVENIDA diariamente são pagantes e 80% não paga, de acordo com Art. 150, II, CR/88. A lei que rege os “tributos” Impõe todos que estejam na condição de usuários submetidos ao “Preço Público” recebam mesmo tratamento, assim todos os acessos à AVENIDA tem que ser cobrado o pedágio, é a lei. Nesses casos a sumula No. 254 do TJRJ pacificaram… “Aplica-se o Código de Defesa do Consumidor à relação jurídica contraída entre usuários e concessionária”

    7 – Por fim um colegiado de juizes formado no Tribunalde Justiça do Rio de Janeiro decidem anular os efeitos da Lei 8.170/18 que protegia os direitos do cidadão urbano nos seus afazeres diarios para privilegiar o crime organizado impetrdo pelo grupo INVEPAR-LAMSA-OAS sob proteção de bandidos de toga, como se esses tivessem direito a garantias juridica sobre a cobrança de pedágio em AVENIDA fazendo uso de recibos falsos, e ameaçando a minoria de pagantes contra 80% de não pagantes. etc.

    FORA LAMSA – Recado ao ministro Luiz Fux do STF…
    https://www.youtube.com/watch?v=DlbQgKO_Qtg&t=25s
    Luiz Pereira Carlos.

  2. Luiz Pereira Carlos diz:

    INVEPAR-LAMSA-OAS estelionatários reconhecidos pela CVM que dão golpes nos mercados de capitais no Brasil e no mundo…

    JUIZES DO TJRJ COMANDAM O MAIOR CRIME DE ESTADO DO BRASIL COM A CONIVENCTE PARTICIPAÇÃO DE MINISTROS DO STF…
    https://www.facebook.com/media/set/?set=a.733196423903713&type=3

Deixe um comentário