Intel relata resultados melhores do que o esperado do 4T21 e oferece orientação otimista

LinkedIn

A Intel (NASDAQ:INTC) divulgou o lucro do quarto trimestre, para o período encerrado em 26 de dezembro, após o fechamento do mercado de quarta-feira (26). As ações caíram cerca de 2% nas negociações estendidas, apesar dos ótimos resultados do balanço.

Veja como a Intel se saiu em relação às estimativas de consenso da Refinitiv:

  • Lucro por ação (EPS): US$ 1,09, ajustado, versus US$ 0,91 esperado
  • Receita: US$ 19,5 bilhões, ajustado, contra US$ 18,31 bilhões esperados

A Intel também é negociada na B3 através do ticker (BOV:ITLC34), a um preço de fechamento de R$ 46,74 reais, abaixo da sua máxima de 52 semanas de R$ 65,00 reais.

A Intel disse esperar US$ 18,3 em vendas ajustadas no primeiro trimestre de 2022, superando as expectativas de analistas de US$ 17,62 bilhões.

O maior negócio da Intel, seu Client Computing Group, caiu 7% ano a ano, para US$ 10,1 bilhões, embora ainda tenha superado a estimativa média dos analistas de US$ 9,6 bilhões, segundo a FactSet.

O CEO da Intel, Pat Gelsinger, disse em uma entrevista que a queda anual no grupo, que inclui o negócio de chips para PC da Intel, foi em função de clientes e fabricantes de PCs mudando as vendas de trimestre para trimestre. As vendas de PCs aumentaram desde o início da pandemia em 2020, inclusive durante o trimestre de dezembro do ano passado.

“Eu não leria nada no trimestre a trimestre”, disse Gelsinger, acrescentando que as restrições de oferta também foram um fator.

A unidade do Data Center Group também superou as expectativas, com receita subindo 20%, para US$ 7,3 bilhões, em comparação com a estimativa média de US$ 6,7 bilhões.

“O quarto trimestre foi realmente marcado pela força do setor local, empresarial e governamental”, disse Gelsinger.

Gelsinger disse que o chip de servidor de próxima geração da empresa, chamado Sapphire Rapids, permaneceu dentro do cronograma para começar a ser enviado neste trimestre e para a produção aumentar no segundo trimestre. Os analistas estavam preocupados com os atrasos do chip, que é fabricado em um novo processo.

A Mobileye, subsidiária que se concentra na tecnologia de carros autônomos, registrou US$ 356 milhões em vendas durante o trimestre, um aumento anual de 7%. A Intel disse em dezembro que planeja abrir o capital da unidade em um IPO.

Pat Gelsinger assumiu o cargo de CEO da Intel há pouco menos de um ano e iniciou um período de grandes gastos de capital. Sob Gelsinger, a Intel anunciou que continuará a fabricar seus próprios chips para PC e servidor e, em uma mudança de estratégia, também começará a fabricar designs de outras empresas.

Essa estratégia exige novas instalações e investimentos.

A Intel anunciou na semana passada que planeja construir um complexo de fabricação de chips em Ohio que pode abrigar até oito fábricas, ou fábricas de chips, com produção prevista para começar em 2025. A Intel disse que investiria pelo menos US$ 20 bilhões para obter as duas primeiros fábricas em funcionamento.

“Primeiro, temos que investir para recuperar o atraso. Estamos atrasados ​​na capacidade, você sabe, gostaríamos de ter alguma capacidade livre hoje”, disse Gelsinger.

A Intel alertou no último trimestre que sua margem diminuiria nos próximos dois a três anos, à medida que investe em capacidade de fabricação adicional. Mesmo com as expectativas reduzidas, a previsão de margem bruta da empresa para 52% no primeiro trimestre ainda ficou abaixo das estimativas de quase 53%.

O tamanho final do complexo de Ohio está ligado à legislação que resultaria em US$ 52 bilhões em financiamento de subsídios para empresas de semicondutores. A Intel pode gastar até US$ 100 bilhões se os subsídios forem aprovados. Gelsinger apareceu em um evento com o presidente Biden na semana passada para incentivar o Congresso a aprovar uma legislação para autorizar o financiamento total do projeto.

O investimento em Ohio segue os planos anunciados no ano passado de gastar US$ 20 bilhões na expansão de uma instalação existente no Arizona.

Em fevereiro, a Intel apresentará uma visão mais ampla de sua estratégia e roteiro de tecnologia para investidores, que estão acompanhando de perto as margens operacionais da Intel enquanto investe em capacidade de produção adicional.

Com informações de CNBC.

Deixe um comentário