ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for charts Cadastre-se para gráficos em tempo real, ferramentas de análise e preços.

Futuros do Petróleo sobem mais de 3% com aumento da tensão no Oriente Médio depois da explosão de hospital em Gaza

LinkedIn

Os preços dos contratos futuros de petróleo dispararam na manhã desta quarta-feira e subiam mais de 3%, depois da explosão de um hospital na Faixa de Gaza aumentar a tensão entre Israel e Hamas.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, chegou hoje (18) pela manhã a Israel e já teve um encontro com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu. Biden disse estar “profundamente triste” com o bombardeio no hospital e manteve o apoio a Israel.

“Esta mudança na sorte diplomática gera novamente o medo da propagação do conflito e, portanto, do salto no petróleo”, disse John Evans, da corretora de petróleo PVM.

“Uma longa ocupação se aproxima como o cenário que empurra os futuros do petróleo Brent acima de US$ 100 o barril porque aumenta o risco de que o conflito entre Israel e Hamas se expanda e potencialmente atraia diretamente o Irã”, acrescentou Vivek Dhar, analista do Commonwealth Bank of Australia.

Por outro lado, a American Petroleum Institute (API) divulgou ontem que os estoques de petróleo dos Estados Unidos caíram em 4,383 milhões de barris. A administração de informações de energia do governo dos Estados Unidos divulga hoje às 11h30 (horário de Brasília) a posição dos estoques até semana passada.

Por volta de 7h36 (horário de Brasília), o preço do contrato do petróleo WTI (CCOM:OILCRUDE) negociado na Nymex com entrega para novembro subia 3, 16%, cotado a US$ 89,40 o barril.

Já o preço do contrato do Brent (CCOM:OILBRENT) negociado na plataforma ICE, com entrega para dezembro avançava 3,04%, cotado a US$ 92,59 o barril.

Deixe um comentário