O que é o titular em um contrato de opção?

O titular de uma opção é o investidor que compra um contrato de opção no mercado, adquirindo para si o direito de negociar um ativo-objeto pelo preço de exercício (strike), durante determinado período de tempo ou em uma data pré-determinada.

Para adquirir o contrato de opção, o titular deve pagar ao lançador (vendedor), à vista, um valor monetário (prêmio). O titular de uma opção de compra tem o direito, mas não a obrigação, de comprar o ativo-objeto do lançador pelo preço de exercício até uma data pré-determinada. O titular de uma opção de venda tem o direito, mas não a obrigação, de vender o ativo-objeto para o lançador pelo preço de exercício em uma data pré-determinada. Resumindo, o titular não é obrigado a exercer o seu direito de negociar o ativo-objeto durante o período de validade do contrato.

 

O Titular de uma Opção de Compra

O titular de uma opção de compra possui dois objetivos básicos: garantir a manutenção de determinado valor para a compra de um ativo objeto até a data de vencimento do contrato, protegendo o seu poder de compra; ou lucrar com a negociação da própria opção no mercado ou com o exercício do direito de compra do ativo-objeto previsto no contrato.

O investidor compra uma opção de compra de determinado ativo-objeto quando identifica um grande potencial de valorização deste ativo-objeto no mercado.

O titular (comprador) de uma opção de compra pode lucrar de 2 (duas) maneiras: vendendo a opção de compra por um prêmio de valor mais alto do que o valor pago para adquirí-la; ou exercendo o direito de compra do ativo-objeto quando a cotação deste ativo no mercado for superior ao seu preço de exercício (strike) previsto no contrato da opção.

O titular (comprador) de uma opção de compra pode ter prejuízo de 3 (três) maneiras: vendendo a opção de compra por um prêmio de valor mais baixo do que o valor pago para adquirí-la; exercendo o direito de compra do ativo-objeto quando a cotação deste ativo no mercado for inferior ao seu preço de exercício (strike) previsto no contrato da opção; ou não vendendo a opção de compra e não exercendo o seu direito de compra do ativo-objeto. Neste caso, o valor total do prejuízo resume-se ao valor do prêmio pago para adquirir a opção de compra.

 

O Titular de uma Opção de Venda

O titular de uma opção de venda possui dois objetivos básicos: proteger o valor de mercado dos ativos de sua carteira garantindo um valor mínimo de revenda caso os mesmos se desvalorizem; ou lucrar com a negociação da própria opção no mercado.

O investidor vende uma opção de venda de determinado ativo-objeto quando identifica um grande potencial de valorização deste ativo-objeto no mercado.

O titular (comprador) de uma opção de venda pode lucrar de 1 (uma) maneira: vendendo a opção de venda por um prêmio de valor mais alto do que o valor pago para adquirí-la.

O titular (comprador) de uma opção de venda pode ter prejuízo de 3 (três) maneiras: vendendo a opção de venda por um prêmio de valor mais baixo do que o valor pago para adquirí-la; exercendo o direito de venda do ativo-objeto; ou não vendendo a opção de venda e não exercendo o seu direito de venda do ativo-objeto. Neste caso, o valor total do prejuízo resume-se ao valor do prêmio pago para adquirir a opção de venda.

Seu Histórico Recente
BOV
VALE5
Vale PNA
BOV
IBOV
iBovespa
BOV
PETR4
Petrobras
BOV
IGBR3
IGB SA
FX
USDBRL
Dólar EUA ..
Ações já vistas aparecerão nesta caixa, facilitando a volta para cotações pesquisadas anteriormente.

Registre-se agora para criar sua própria lista de ações customizada.

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

P:43 V:br D:20181015 13:01:55